Luís Mestre escolheu o Outono para começar a sua Tetralogia das Estações. Um actor cansado, que é tanto a personagem como o artista que lhe dá corpo, encontra uma mulher que se atravessa na sua história. A estreia é esta quinta-feira no Teatro Municipal do Porto.