Gonçalo F. Cardoso conseguiu algo raro: fazer do passado matéria viva e excitante.

  • Gonçalo F. Cardoso conseguiu algo raro: fazer do passado matéria viva e excitante.

  • A clássica, a música barroca, o jazz mas também o teatro, a dança, os livros e até a busca da cura para o cancro põem a rádio “recôndita” na rua. Já na próxima semana, em Lisboa.

  • Há empoderamento, honestidade e inquietação no segundo álbum da rapper londrina, mas com atmosfera a mais e tensão a menos.

  • O Ano Britânico começa esta sexta-feira no Porto com um programa concentrado, que até domingo percorrerá algumas obras essenciais da música inglesa de várias épocas, do Renascimento ao presente.

  • O crítico Augusto M. Seabra escolhe alguns acontecimentos imperdíveis do Ano Britânico da Casa da Música.

  • Hallelujah Money marca o regresso da banda virtual, que está a preparar o quinto álbum. O vídeo tem a participação de Benjamin Clementine.

  • Entre o jazz e a folk, João Hasselberg e Pedro Branco aventuram-se no desconhecido, por mares pouco navegados, com toda a tranquilidade do mundo.

  • Concerto no Coliseu de Lisboa surge no âmbito da digressão em que continuam a apresentar Repentless, álbum editado em 2015.

  • O corpo de Loalwa Braz Vieira, do grupo Kaoma, intéprete de Chorando se foi, estava carbonizado no interior de um carro.

Viva experiências, seja exclusivo, desafie os limites da
melhor informação

Saiba mais