Pela primeira vez, o genoma completo do jaguar foi sequenciado e o exemplar escolhido chama-se Vagalume e vive num jardim zoológico do Brasil.

  • Pela primeira vez, o genoma completo do jaguar foi sequenciado e o exemplar escolhido chama-se Vagalume e vive num jardim zoológico do Brasil. Neste estudo, em que participou um cientista português, percebeu-se que o jaguar pode ter-se misturado com o leão para enfrentar diminuições populacionais.

  • O fenómeno mais “fantasmagórico” da Ciência foi alcançado por cientistas chineses. Pela primeira vez, foram geradas partículas entrelaçadas no espaço. A experiência de teletransporte quântico está contada no artigo publicado na revista Science.

  • Agência espacial norte-americana procura soluções inovadoras para a criação de um escudo que proteja naves e astronautas das radiações solares. E a resposta pode estar na arte de dobrar papel

  • Combate às alterações climáticas pode passar por estratégias mais ousadas como interferir na formação de algumas nuvens ou injectar partículas de sulfato na estratosfera. Porém, estas possíveis soluções artificiais para arrefecer a Terra ainda levantam muitas preocupações.

  • Para ajudar a preservar os recifes, os hotéis e outros comércios locais – protegidos de desastres naturais pelos corais – pagarão as apólices do seguro que os indemnizará caso sejam afectados. O valor será utilizado na reparação das praias e dos recifes, numa extensão inicial de 60 quilómetros.

  • A taxa de sucesso na aprovação de candidaturas foi de 37%, refere a Fundação para a Ciência e Tecnologia em comunicado. Foram atribuídas 900 bolsas de doutoramento, a que se juntam mais de 500 bolsas atribuídas nos Programas de Doutoramento FCT

  • A análise de mais de 11 mil artefactos encontrados durante novas escavações em Madjedbebe, um abrigo de pedra no norte da Austrália, estabelece que a chegada dos humanos à Austrália terá acontecido há 65 mil anos. Afinal, pode ter sido 18 mil anos antes do que se pensava

  • Especialistas internacionais mergulharam na investigação feita sobre demência e fizeram uma lista de recomendações, agora publicada na The Lancet. Se adoptar estes nove comportamentos, o risco de desenvolver demência diminui.