Uma história deste século: a luta dos operários contra o fecho da sua fábrica. A Fábrica de Nada é filme perplexo: interroga-se sobre o trabalho, o capitalismo, o futuro da actividade humana. Mas é libertador. Há gente a falar, a dançar, a cantar.