Governo garante que a plataforma já está a funcionar nas comarcas da Madeira, Bragança e Guarda. Sindicato dos Funcionários Judiciais diz que os tribunais "só vão voltar a funcionar ao mesmo nível em que funcionavam anterior ao da reforma daqui a um ano".

Especial I Guerra Mundial