O Coro Gulbenkian foi a estrela da noite, num concerto que contou também com um excelente quarteto de solistas para interpretar com a Orquestra Gulbenkian uma das grandes oratórias da primeira metade do século XIX.

A partir de quinta-feira, Cântico toma conta do Animatógrafo do Rossio, em Lisboa, invertendo o sentido do desejo. Dentro da cabine, o espectador será convidado não tanto a desejar quanto a ser confrontado com o desejo de quatro mulheres.

Não é incompatível dizer que Gonçalo M. Tavares é o melhor escritor português do século XXI e que também faz livros maus. Duas obras simultâneas provam-no.

Quatro pinturas mostram Lisboa antes do terramoto de 1755. Provavelmente foram feitas quando a nova Lisboa começava já a edificar-se e são um sinal de nostalgia.