O primeiro a editar na íntegra a obra do Marquês de Sade e o polémico A História de O ficou conhecido pela projecção de obras de referência da literatura erótica e pelo acumular de processos judiciais.