Deveria ser um espectáculo-sensação mas The Maids, com Cate Blanchett e Isabelle Huppert, é afinal um equívoco sobre as suas personas cinematográficas. As actrizes são magníficas, o problema é o resto.

Deveria ser um espectáculo-sensação mas The Maids, com Cate Blanchett e Isabelle Huppert, é afinal uma maneira de vampirizar as suas personas cinematográficas. As actrizes são magníficas, o problema é o resto.

Os transexuais estão na moda? Na Broadway, em Nova Iorque, dois musicais confundem a cabeça dos espectadores e divertem-se a trocar as voltas aos clichés.Kinky Boots e Hedwig and the Angry Inch trouxeram de volta as plumas, as lycras e as lições de vida ao coração do musical norte-americano

Gisberta, de Eduardo Gaspar, está longe de ser perfeito mas é um comovente momento de encontro com uma actriz que usa o seu capital de simpatia para navegar por uma história de dor e horror.

Se a decisão for no sentido de se impedir que os Artistas lá continuem a trabalhar, será mais um acto de vandalismo da parte de uma sociedade que deixou de acreditar em seja o que for.

Tiago Guedes O recém-nomeado director artístico do novo Teatro Municipal do Porto acredita que o público que desapareceu com o progressivo apagamento do Rivoli depois da sua entrega a Filipe La Féria pode ser recuperado. E que a cidade tem no Teatro do Campo Alegre outra “ferramenta de luxo” que é urgente pôr ao serviço da criação artística.

Que uma instituição ou um cidadão com responsabilidades públicas representem papéis de eunuco, como se ninguém conhecesse os segredos por trás dos enredos, é insuportável. Ficar calado, também.