Artigos deste autor

  • George Saunders retrata a América actual pelo lado do absurdo e partindo do princípio do prazer. O seu território é o das classes pobres cujo sofrimento capta pelo humor, porque só rindo consegue passar a dor da humilhação. Uma conversa a partir de Pastoralia, que acaba de sair em Portugal.

  • I Am Not Your Negro quer ser o filme que James Baldwin nunca fez, a história da América a partir de três assassínios marcados pela luta racial. Recupera o Baldwin político e desafia a América a olhar-se no que tem de mais incómodo. A começar pela palavra proibida: Nigger.

  • “A América enlouqueceu” diz uma personagem de 4 3 2 1, o primeiro romance de Paul Auster em sete anos. Ler isso agora é transpor forçosamente a frase para o presente num inquietante efeito de espelho histórico.

  • Paul Auster regressa ao romance com 4 3 2 1. O livro parte de uma pergunta: e se? E se uma vida não se esgotasse numa possibilidade. No caso, a vida de um homem que tem a idade do escritor e cresceu na mesma geografia. Chama-se Archibald Isaac Ferguson e é pura ficção, garante Auster.

  • Pouco habitado, com muitas fronteiras, rural e religioso, o Idaho votou maioritariamente Trump, mas coexiste com um olhar novo, acolhe refugiados, aceita a diferença. É a terra de Marilynne Robinson, autora eleita de Barack Obama, caso raro de síntese entre religião e progressismo.