A Lisbon Food Week tem nove dias de duelos, provocações, invenções e muita comida

Cozinheiros nacionais e internacionais juntam-se em Lisboa e anda tudo à volta da comida. O Congresso dos Cozinheiros é acompanhado por uma série de iniciativas que vão da cabidela aos cocktails comestíveis. E arranca com um mote provocatório: “Esta carne que eu amo!”.

Fotografia
Foto
Constança Cordeiro vai fazer cocktails comestíveis na sua Toca da Raposa dr

São nove dias para comer e beber e, sobretudo, para falar de comida. Pelo quarto ano, a Lisbon Food Week (de 26 de Setembro a 4 de Outubro) invade a cidade com jantares, almoços, workshops, debates e experiências várias, passando pelos dois intensos dias do Congresso dos Cozinheiros (29 e 30) na LxFactory.

A programação arranca a 26 com um tema potencialmente polémico ou, pelo menos, com um nome provocatório: “Esta carne que eu amo!" é o jantar de abertura na Sala de Corte, com o chef Luís Gaspar e, a partir das 18 horas, uma masterclass em que se pode aprender a desmanchar um vão de Rubia Galega.

O dia seguinte será de duelo amigável entre dois grandes chefs nacionais, Miguel Castro e Silva e José Júlio Vintém no restaurante Faz Frio. A 28, o jantar torna-se internacional, quando João Rodrigues receber no Feitoria (hotel Altis Belém) os dois irmãos gémeos russos Ivan e Sergey Berezutskiy do Twins Garden, em Moscovo. Antes disso, o almoço/performance IN Between junta. nas Carpintarias de S. Lázaro, Tiago Feio e Ana Raminhos, que se propõem explorar “a dicotomia Lisboa/natureza”.

A 29, António Galapito convida o seu mentor Nuno Mendes (começou a trabalhar com ele em Londres, onde esteve à frente da Taberna do Mercado) para cozinhar no Prado um almoço, e, ao jantar, os cozinheiros saem do seu congresso para irem confraternizar no restaurante 1300 Taberna, na Lx Factory. Dia 30 é o segundo e último do congresso e pretexto para Vítor Adão convidar todos os apaixonados por cabidela a irem ao seu Plano, na Graça, para uma festa em torno deste prato (vão cozinhar o próprio Adão, Henrique Mouro, Helena Ventura, José Júlio Vintém e António Loureiro).

PÚBLICO -
Foto
Ivam e Sergey Berezutskiy, os irmãos gémeos russos do Twins Garden de Moscovo vão fazer um jantar no Feitoria com João Rodrigues dr

Por fim, a 2 de Outubro, o Ceia, de Pedro Pena Bastos, junta-se aos festejos e celebra o seu primeiro aniversário, com um convidado especial, o brasileiro João Ferraz para um Life Time Dinner Series. No mesmo dia, entre as 18h e as 24h, o Pigmeu junta (muitos) amigos para petiscos e copos a muitas mãos no jantar #novalisboa: Essencial, Comida Independente, Bicho Mau, Queimado, Ela Canela, Vino Vero, Pistola Y Corazón, Taberna do Sal Grosso, Senhor Uva e Faz Frio, todos vão marcar presença. 

Mas é preciso manter a resistência porque ainda há mais dois jantares antes do final da Lisbon Food Week: no dia 3 no restaurante Volver com “vaca, tango e Malbec”; e no dia 4 o grande encerramento será com um “duelo” petisqueiro algarvio: tradição versus inovação com Bertílio Gomes (o local será o seu restaurante Albricoque, junto à estação de Santa Apolónia) e Leonel Pereira, do algarvio São Gabriel.

O programa é vasto, inclui também várias rotas de restaurantes da cidade e outras iniciativas, como o desafio lançado por Constança Cordeiro, do bar Toca da Raposa, a Pedro Pena Bastos, do Ceia, e ao perfumista Lourenço Lucena para, em conjunto, prepararem cocktails comestíveis no encontro “Mas afinal o que é que tu queres?” (dia 30 entre as 22h e as 23h).

E porque as preocupações sociais fazem cada vez mais parte do mundo dos cozinheiros, a Nuts organiza mais um debate Mulheres com Tomates onde se falará de projectos de inclusão social como o Re-food, o Mezze, o Crescer/É um restaurante ou a Cozinha Popular da Mouraria (3 de Outubro às 18h, no Gate 67, Rua da Manutenção).

Pelos palcos do Congresso dos Cozinheiros passarão alguns dos chefs que por estes dias andarão a cozinhar pela cidade, nomeadamente os gémeos russos do Twins Garden, mas também a brasileira Manu Buffara, ou o português Nelson Amorim, a trabalhar em Banguecoque no Il Fumo, Juanjo López, de La Tasquita de Enfrente, em Espanha, e Siegfried Danler, do Pauly Saal, na Alemanha.

Há também ciência, com Carlos Saraiva da Fundação Champalimaud, que irá explicar se as escolhas gastronómicas que fazemos têm motivos neurológicos, e Iñaki Martinez de Albeniz, sociólogo da Universidade do País Basco.

O programa completo, preços e informações sobre reservas para a Lisbon Food Week, iniciativa das Edições do Gosto, podem ser consultados no site da Lisbon Food Week.