Registo

  • Para que serve o registo?

    O registo permite que o leitor guarde artigos para ler mais tarde, que tenha uma página de leitor, que participe na moderação de comentários e na votação e moderação de inquéritos, além de promoções na Loja e Quiosque PÚBLICO.

    Cada leitor registado passa a ter uma área do leitor onde tem acesso à sua biblioteca com os artigos que guardou. Além de passar a ter uma página pessoal no PÚBLICO, o leitor registado pode participar em inquéritos, na moderação de argumentos utilizados por outros leitores nos inquéritos e na aprovação e reprovação de comentários de outros leitores, com base num regime de reputação baseado na qualidade da actividade do leitor.

    O registo dá ainda acesso a promoções especiais da Loja e do Quiosque PÚBLICO.

  • Como me registo?

    No topo direito da página, encontra a opção “Registar”. Basta clicar e seguir os passos. Pode iniciar sessão através das suas contas no Facebook ou no Twitter, sem ter de se registar no PÚBLICO.

  • Preciso de fazer login sempre que entro no PÚBLICO?

    Ao iniciar sessão, tem a opção “Lembrar-se de mim”. Se a accionar, da próxima vez que voltar ao PÚBLICO, o login será automático.

  • Se não for registado, posso ler os artigos?

    Sim. Os artigos disponíveis para os leitores não registados são os mesmos que estão acessíveis à comunidade de leitores registados e assinantes.

  • Preciso de me registar se for assinante?

    Não. A assinatura serve de registo e dá acesso à área dos leitores e permite a participação na comunidade PÚBLICO.

  • Posso apagar a minha conta?

    Sim. Para o fazer tem de enviar um e-mail para , com o assunto “Apagar conta na comunidade PÚBLICO” e juntar-lhe os dados da conta que pretende apagar (nome de utilizador e e-mail com que fez o registo). O PÚBLICO entrará em contacto consigo através do e-mail associado à conta de utilizador, para concluir o processo.

    A página de utilizador é apagada, mas os comentários e a participação em inquéritos (votos e argumentos) continuam a poder ser lidos por outros leitores. Os dados da conta apagada serão guardados pelo PÚBLICO para arquivo.

Política de cookies

  • Como é que o PÚBLICO utiliza cookies?

    Os cookies são pequenos fragmentos de texto enviados pelo website para o navegador, quando alguém visita www.publico.pt ou qualquer site a ele associado (por exemplo, p3.publico.pt ou cinecartaz.publico.pi). Estes cookies são guardados nos computadores dos visitantes e permitem optimizar o desempenho durante a navegação, facilitando esta tarefa e ajudando o site a memorizar as suas preferências, como por exemplo o idioma preferido e outras definições. Este conjunto de informações é totalmente anónimo, ou seja, não permite identificar o utilizador, apenas o computador e o browser utilizado.

  • Os cookies são obrigatórios?

    Não. A utilização e disponibilização de cookies depende exclusivamente do utilizador, que pode bloquear ou apagar em qualquer altura os cookies enviados por qualquer website. Porém, se nada for dito em contrário, o recurso a cookies é a regra. Para alterar esta situação, cada utilizador deve mudar as suas preferências quanto a cookies nos browsers (navegadores de Internet) que utiliza.

    Note, porém, que se não pretende utilizar cookies, a experiência de navegação em www.publico.pt e qualquer site associado pode tornar-se mais frustrante, porque aí deixamos de poder memorizar as suas preferências e até a identificação. Ou seja, de cada vez que fecha uma janela de navegação e depois volta a entrar no site terá de se identificar. Também a política de recomendação passa a estar afectada, no caso de não querer o recurso a cookies.

  • Que tipo de cookies são utilizados pelo PÚBLICO?

    O PÚBLICO recorre a cookies próprios e de empresas terceiras (como o Facebook, por exemplo), que servem para optimizar o funcionamento do site e da navegação para o leitor e também para fins estatísticos/analíticos e da política comercial.

  • Outros sites ou empresas ou leitores podem ver a informação guardada pelos cookies do PÚBLICO?

    Não, ninguém tem acesso a essa informação, a não ser que tenha acesso ao computador de cada utilizador.

  • Os cookies guardam o meu nome, morada de facturação ou outros dados pessoais relevantes?

    Não. Não há nenhuma informação pessoal guardada nos cookies, que só registam dados relativos à navegação no site www.publico.pt, com o objectivo de optimizar a experiência de cada utilizador (por exemplo, evitar que a cada visita ou comentário seja pedida identificação).

Recomendações

Páginas dos leitores

  • Posso guardar um artigo para ler mais tarde?

    Os utilizadores registados, sim. Os artigos podem ser guardados através do botão vermelho que, antes de entrar nos artigos, aparece por cima do título (à direita) ou, depois de entrar nos artigos, no quinto botão abaixo das fotografias. Os artigos guardados podem ser acedidos mais tarde através da página pessoal do leitor.

  • Que conteúdos da minha página pessoal são visíveis pelos outros leitores?

    O nível de reputação, o histórico de comentários publicados e os inquéritos em que participou. Se optar por preencher esses campos, pode ainda partilhar com a comunidade fotografia, contacto e hiperligações (links) para páginas pessoais, blogues e redes sociais.

    Em nenhuma circunstância é revelado o sentido de voto nos inquéritos ou são divulgados os comentários reprovados ou denunciados. No entanto, é visível para toda a comunidade o número de comentários reprovados ou denunciados.

  • O que está apenas na minha página privada?

    A página privada de um leitor só pode ser vista por esse leitor. É aí que vai encontrar os artigos guardados para ler mais tarde (biblioteca) e os comentários ou argumentos em inquéritos que ainda aguardam moderação.

Comentários

Inquéritos

  • Para que servem os inquéritos?

    Os inquéritos servem para incentivar a participação dos leitores que não tenham disponibilidade para comentar, mas que ainda assim queiram dar a sua opinião e discutir os temas da actualidade.

  • Não consigo participar nos inquéritos. Porquê?

    Só os utilizadores registados podem participar nos inquéritos. Se está registado e ainda assim não está a conseguir votar, verifique se está ligado ao PÚBLICO com a sua conta.

Autores

Tópicos

  • O que são os tópicos?

    O site do PÚBLICO agora está organizado por tópicos. Além da navegação pelas secções, os leitores podem ir directamente às páginas de tópicos (temas) específicos que os interessam. Todas as notícias têm vários tópicos associados à esquerda do texto. Todas as homepages têm tópicos em destaque (uma escolha editorial dos jornalistas do PÚBLICO) e tópicos relacionados.

  • Qual é a vantagem?

    O leitor ganha a possibilidade de navegar em centenas, milhares de páginas, por temas específicos que lhe interessam particularmente. Veja a página com lista de todos os tópicos.

  • Como posso fazer chegar informações ao PÚBLICO?

    As sugestões, informações, denúncias ou queixas que os nossos leitores nos enviam são extremamente úteis. Muitos dos trabalhos jornalísticos que publicamos foram originados por uma informação vinda de um leitor. Envie as suas dicas por email aos editores do PÚBLICO: .

    Caso o deseje, pode enviar-nos informações anonimamente. Se a informação nos parecer credível e relevante, mesmo uma informação anónima pode dar origem a uma investigação própria. A credibilidade dada a uma informação anónima é, porém, sempre menor que algo que nos chega de um indivíduo ou entidade devidamente identificados. O PÚBLICO compromete-se a não revelar a identidade de fontes que solicitem o anonimato.

    Quando se envia uma informação para um jornal, é fundamental endereçá-la à pessoa ou secção certa, para evitar que ela seja reenviada de secção para secção durante dias e chegue tarde de mais ao seu destinatário correcto.

    Se pretende enviar-nos uma informação ou uma sugestão de tema a abordar, dirija a sua correspondência (postal ou electrónica) à secção devida ou mesmo directamente para os/as jornalistas que normalmente tratam dessas questões. Para saber qual é o nome da secção ou jornalistas pertinentes, consulte a nossa Ficha Técnica. Depois, dirija a sua carta a essa secção ou jornalista e seleccione o endereço devido (em Lisboa ou no Porto).

Problemas de acesso

Audio e Vídeo

  • Sobre

    Todo o conteúdo vídeo do Público é reproduzido no browser através da tecnologia Flash, neste sentido é necessário ter instalado no computador a última versão do plug-in do flash player. O Flash Player é um software grátis que normalmente já vem instalado nas versões mais recentes de browsers e sistemas operativos. Devido à sua regular actualização é muito importante garantir que dispõe sempre da última versão (11.5 ou superior). Este software pode ser descarregado gratuitamente a partir do web site da Adobe.

    Para uma melhor experiência na reprodução de vídeo no web site Público aconselha-se o uso dos browsers Firefox 16.0 ou superior, Safari 6.0 ou superior, Chrome 23 ou superior ou Internet Explorer 8 ou superior. Qualquer umas destas versões permite um acesso a todas as funcionalidades disponíveis. É possível também consultar os conteúdos usando versões mais antigas dos browsers mencionados ou de outros alternativos, no entanto algumas funcionalidades poderão não funcionar.

  • Qual a velocidade de ligação à Internet necessária para aceder aos conteúdos?

    Devido ao tipo de conteúdo, um vídeo necessita de largura de banda para ser reproduzido sem problemas, como tal, ligações ADSL, por cabo ou fibra óptica normalmente terão uma boa experiência. Em ligações mais lentas ou em computadores com pouca memória ou processadores antigos é frequente ocorrer tempos de espera enquanto o vídeo carrega antes de ser reproduzido traduzindo-se em interrupções constantes enquanto o vídeo é reproduzido.

  • Quais os requisitos mínimos para aceder aos conteúdos?
    • Firefox 16 ou superior, Safari 6 ou superior, Chrome 23 ou superior, Internet Explorer 8 ou superior
    • Javascript e Cookies activos
    • Adobe Flash Player 11.5 ou superior
    • 2GB RAM ou superior
  • Porque é que o meu browser me pergunta para descarregar a última versão do Flash Player?
    • O web site Público necessita do plug-in Flash Player (11.5 ou superior) para reproduzir vídeo, devido à sua regular actualização é muito importante garantir que dispõe sempre da última versão (11.5 ou superior).
    • O plug-in pode ser descarregado gratuitamente aqui.
    • Para verificar se tem instalada a última versão aceda aqui.
  • Tenho a certeza que disponho da última versão do Flash Player mas continuo a receber uma mensagem para o actualizar, como proceder?
    • Verifique aqui se dispõe da última versão instalada.
    • Existe a possibilidade de que o seu plug-in esteja corrompido, neste caso é necessário remover o mesmo e voltar a instala-lo. Siga as instruções aqui.
    • Poderá ter que ajustar as definições de segurança se estiver a usar o browser Internet Explorer. Aceda ao menu Ferramentas / Opções, abra o separador de segurança e verifique que se estão no nível Médio ou Médio-Alto.
  • Não consigo visualizar a caixa de vídeo.
    • O player de vídeo necessita de Javascript, é possível que o seu browser esteja a bloquear o uso desta linguagem de script. Para garantir que tem esta opção activa, siga as instruções aqui.
    • É de igual modo importante ter os Cookies activos no seu browser.
  • Continuo a ter problemas em visualizar os conteúdos vídeo, o que devo fazer?
    • Raramente é possível existirem problemas de acesso causados por problemas nas ligações de rede, é aconselhável nestes casos voltar a tentar o acesso após um curto período de espera.
    • Verifique através do uso de um software anti-virus se o seu computador está infectado com um vírus, adware, malware, spyware ou quaisquer outros softwares que possam estar a comprometer o sistema.
    • Desligue plug-ins desnecessários no seu browser, incluindo bloqueadores de publicidade.
    • Verifique se está a usar um servidor de proxy para aceder à internet aqui.
    • Se estiver a aceder a partir do seu local de trabalho, verifique junto do seu administrador de sistemas que não existem regras que estejam a bloquear o acesso a determinados web sites ou tipos de conteúdo

Formatos