Há Fariña no Porto: uma padaria onde a massa-mãe é tratada como um filho

Abriu na rua de Belomonte e é a loja de uma padaria que está instalada em São Mamede de Infesta, especializada em fermentação natural e pastelaria artesanal. A Fugas madrugou para ver — e cheirar — “onde tudo acontece”.

PP - 28 ABRIL 2022 - PORTO - PRODUCAO PAO FARINA �
Fotogaleria
Bebiana, Vasco e Francisco, a equipa Fariña Paulo Pimenta
PP - 28 ABRIL 2022 - PORTO - PRODUCAO PAO FARINA �
Fotogaleria
"Fornos a bombar" Paulo Pimenta
PP - 28 ABRIL 2022 - PORTO - PRODUCAO PAO FARINA LOJA�
Fotogaleria
Os pães são alinhados diariamente na loja no centro do Porto Paulo Pimenta
PP - 28 ABRIL 2022 - PORTO - PRODUCAO PAO FARINA �
Fotogaleria
Tudo acontece em São Mamede de Infesta Paulo Pimenta
PP - 28 ABRIL 2022 - PORTO - PRODUCAO PAO FARINA �
Fotogaleria
. Paulo Pimenta
PP - 28 ABRIL 2022 - PORTO - PRODUCAO PAO FARINA �
Fotogaleria
. Paulo Pimenta

Quatro da manhã de quinta-feira. O dia da Fariña, com uma pequena montra e uma loja estreita na rua de Belomonte, no centro nevrálgico do Porto, começa a uns quilómetros de distância, em São Mamede de Infesta, junto ao Largo de Moalde, com um cheirinho a pão quente que se vai espalhando pelas vielas. “A partir de amanhã não dava para dar a entrevista”, sorri Bebiana Branco, sem mãos a medir para tantas encomendas. “Menos horas de sono”, concorda Vasco Santos, que normalmente se deita às 22h para “noitadas atrás de noitadas” na padaria de fermentação natural e de pastelaria artesanal, “fornos a bombar”. “É de loucos! Uma ginástica”, suspira a namorada, que às 9h, o mais tardar, está a abrir a loja. “Faz-se nem que durante o dia se durma uma sesta”, diz o padeiro.

Sugerir correcção
Comentar