Sete ideias para sair esta semana

Liberdade para festejar, desenhar, ler e imaginar. E para ceder à gula.

,Museu Arqueológico do Carmo
Foto
Lisbon Under Stars OCubo

LISBOA
Luzes, ruínas, acção!

De 2 de Maio a 17 de Julho
Ruínas do Convento do Carmo

Dois meses e meio a olhar para as paredes e a ver estrelas – as do céu aberto e as que participam no espectáculo. Falamos de Lisbon Under Stars, que projecta no Convento do Carmo o sismo que o deixou em ruínas, em 1755, e outros episódios marcantes para Lisboa nos últimos seis séculos. Trata-se de um espectáculo imersivo de video mapping, saído do ateliê OCubo, que na sua edição de estreia, no ano passado, foi visto por mais de 30 mil pessoas e venceu o Best Event Award na categoria de Evento Cultural. O público vai circulando pelo espaço sem nunca sair da envolvência das imagens, das luzes, da narração de Catarina Furtado, das vozes de Mariza, Amália, Salvador Sobral, Teresa Salgueiro e Coro de Câmara Lisboa Cantat, da música de Tocá Rufar, Rão Kyao, Paulo Marinho e Orquestra de Câmara da GNR e de um bailado virtual coreografado por Clara Andermatt.
Horário: segunda a sábado, às 21h30 e 22h45.
Bilhetes a 15€ (adulto) e 12€ (crianças dos seis aos dez anos, estudantes, seniores, residentes no distrito de Lisboa e público com mobilidade reduzida); grátis para crianças com menos de cinco anos

 

PÚBLICO -
Foto
Beija-me depressa, doce típico de Tomar Câmara Municipal de Tomar

TOMAR
Beija-me depressa que é doce

De 1 a 30 de Abril

Enquanto prepara a Festa dos Tabuleiros, que sai à rua de 29 de Junho a 8 de Julho, Tomar entretém-se a saborear outra tradição: a da doçaria que herdou do secular receituário conventual. É o caso das fatias de Tomar (favoritas dos frades do Convento de Cristo, diz o povo), mas também dos beija-me depressa, das janelinhas do capítulo, das telhas do convento, das espadas D. Gualdim, das barrigas de Iria, das templárias, das cornucópias, dos nabantinos e de muitas outras especialidades. Na 11.ª mostra De Tomar e dos Conventos, cada uma das 18 pastelarias aderentes escolhe as suas para dar a provar a preços especiais.

 

PÚBLICO -
Foto
Glockenwise João Garcia

SÃO JOÃO DA MADEIRA
Música a dar

Dia 27 de Abril
Oliva Creative Factory

Música, amizade e solidariedade são os condimentos de um festival que nasceu em São João da Madeira, em 2013, para homenagear um amigo da terra: Luís Lima, vítima de cancro, que emocionou a comunidade local pelo optimismo, mas também pelo “grande interesse por música e enorme consciência social”. O Party Sleep Repeat cresceu, foi acumulando prémios e manteve o compromisso de fazer reverter as receitas para causas sociais. A sétima edição abre mais um palco – o Terraço, além dos já existentes Fornos e Alameda – para acolher uma comitiva que, à excepção dos italianos Go!zilla, é toda nacional. Passam por lá o Odeon Hotel dos Dead Combo, a inquietação punk dos The Parkinsons, o garage dos Glockenwise, o Santa Rita Lifestyle do Conjunto Corona, as guitarradas em loops de Jibóia, o psicadelismo instrumental dos Astrodome, o rock experimental de Galo Cant'às Duas, o pós-math-rock dos Melquiades e a dança étnica de Cumbadélica.
Horário: a partir das 16h.
Bilhetes a 15€

 

PÚBLICO -
Foto
Cartoon de Krauze DR

QUARTEIRA
Para desenhar (e rir) em paz

De 20 de Abril a 31 de Maio
Galeria de Arte da Praça do Mar

Uma tesoura a cortar um balão de fala. Um homem a desenhar um smile rodeado por um pequeno exército. Outro a ler um jornal com buracos no lugar de notícias. Uma criança numa floresta de cactos com um balão onde se lê “liberdade de expressão”. São algumas das 20 ilustrações reunidas em Cartooning for Peace, “uma visão do trabalho de cartoonistas e ilustradores, defensores pacifistas das nossas sociedades, que são regularmente alvo de ataques em todo o mundo”. A exposição faz eco dos objectivos da associação que lhe dá nome, fundada em 2006 por Kofi Annan, então secretário-geral das Nações Unidas, e pelo cartoonista francês Jean Plantureux, mais conhecido como Plantu. Baseada no livro Le dessin de presse dans tous ses Etats, publicado no décimo aniversário da associação, reúne trabalhos de autores como o polaco (radicado em Inglaterra) Andrzej Krauze, o norte-americano Daryl Cagle, o russo Mikhail Zlatkovsky, a colombiana Elena María Ospina ou o iraniano Mana Neyestani, exilado em França depois de ter sido preso no seu país por causa de um desenho considerado ofensivo.
Horário: terça a sábado, das 9h30 às 13h30 e das 15h às 18h (encerra a 1 de Maio).
Grátis

 

PÚBLICO -
Foto
Daniel Rocha

CARTAXO
Um brinde ao pão

De 30 de Abril a 5 de Maio
Pavilhão Municipal de Exposições

Participar numa oficina de pão com a nutricionista Elisabete Duarte. Conjugar vinho de Almeirim com caralhotas num show cooking. Aprender a fazer torricado. Faz tudo parte do cartaz deste ano da Festa do Vinho do Cartaxo, que chega à 31.ª edição com essa novidade: a harmonização dos néctares regionais com o pão. Começa com um seminário intitulado Da Vinha ao Vinho, Porque Não com Pão e segue com as propostas de dezenas de expositores, a que se juntam as habituais tasquinhas, os concursos, o desfile de campinos, o festival de folclore, as provas comentadas, os ateliês para crianças e um programa de animação musical que conta com fadistas da terra e com One Vision, banda de tributo aos Queen.
Horário: terça e sexta, das 12h às 2h; quarta e quinta, das 12h às 24h; sábado, das 12h às 2h; domingo, das 12h às 21h.
Programa completo aqui.
Entrada livre

 

PÚBLICO -
Foto
DR

ÓBIDOS
Corrida ao chocolate

De 25 de Abril a 5 de Maio
Cerca do Castelo

É altura de entrar no jogo da gulodice, treinar o palato e correr para Óbidos: está aberta a época chocoólica no burgo medieval. Este ano, é o desporto a dar tema ao cenário, às actividades e às esculturas de chocolate – uma delas, um Cristiano Ronaldo de corpo inteiro, com assinatura de Eduardo Cerqueira. Também há desportos de inverno retratos por Paulo Santos e uma viagem aos primórdios do futebol pelas mãos de Jorge Cardoso. E ensinamentos de Abner Ivan, que esteve em residência artística com chocolateiros locais, ou instruções de Justo Almendrote para a confecção de bombons e de coulis de framboesa glaceado. São alguns dos chefs e mestres presentes este ano nos cursos, workshops e show cookings do Festival Internacional de Chocolate. Há guloseimas para todos os gostos a marcar o passo. E até uma casa de chocolate para albergar os pequenos praticantes.
Horário: das 11h às 19h (sexta, sábado e feriados, até às 20h).
Programa completo aqui.
Bilhetes a 5€ e 6€ (adultos); e 4€ a 6€ (crianças dos três aos 12 anos); grátis para crianças com menos de três anos

 

PÚBLICO -
Foto
Jaime Rocha Nuno Ferreira Santos

SABROSA
Literatura Douro

De 2 a 4 de Maio
Espaço Miguel Torga e Auditório Municipal

Mais de 20 autores, entre romancistas, argumentistas, ensaístas, jornalistas, poetas e letristas, acorrem à terra de Miguel Torga para participar num festival dedicado à escrita. Programado por Francisco Guedes, o FLiD - Festival Literário Douro recebe este ano nomes como Alice Brito, Amélia Muge, Cristina Carvalho, Filipe Homem Fonseca, Filipa Melo, Inês Fonseca Santos, Jaime Rocha, José Riço Direitinho, Pablo Azócar ou Sandro William Junqueira. São três dias de debates, conversas e palestras, acompanhados pela pintura de Graça Morais em Terra Mãe (exposição patente até 31 de Julho) e rematados pela música do espectáculo Novas Canções da Montanha - concerto para uma nova viagem ao Reino Maravilhoso.
Horário: quinta, às 18h30; sexta, às 10h30; sábado, às 11h.
Programa completo aqui.
Grátis

Mais ideias para sair? Por aqui

Guia do Lazer: festas, feiras, espectáculos e muito mais

 

PÚBLICO -
Foto

EXTRA: Cinema
Pedra a pedra

Ao longo de mais de três décadas, Ferdinand Cheval foi recolhendo pedras e construindo, paciente e zelosamente, um palácio em honra da filha. Assim ergueu em Hauterives o Palais Idéal, que viria a fascinar Breton, Picasso e muitos outros. Com realização de Nils Tavernier, A Incrível História do Carteiro Cheval, narra a empreitada desse homem simples cuja determinação se materializou num monumento do património francês.