• Uma exposição do Museu Nacional de Arqueologia percorre, em 500 peças, sete mil anos de história do maior e mais povoado dos concelhos do Algarve. Da pré-história à época medieval com um salto ao presente, porque a arqueologia também se faz com os vivos. A partir desta quarta-feira em Lisboa.

  • Um académico espanhol foi ensinar “o que é ser bom médico” numa região periférica mas onde há sol e praia, oferta suplementar de mil euros no ordenado, mas que nem assim consegue atrair clínicos.

  • Um holandês comprou, por 1,2 milhões de euros, uma quinta onde antes estavam os subúrbios da antiga cidade de Balsa. Arrasou tudo e a obra acabou embargada. O problema é que tarda a protecção - e um estudo aprofundado - da antiga urbe

  • Ao longo dos anos não faltaram promessas de tornar o Guadiana navegável entre Mértola e a foz. Agora, a obra é remetida para 2018 mas só entre Alcoutim e o Pomarão. E pelo caminho há areias contaminadas.

  • A empresa concessionária apresentou uma proposta para alargar a infraestrutura, mas os deputados municipais têm dúvidas em aprovar o “interesse público municipal” para receber na serra o lixo que o litoral produz