Terceira edição do Festival Política será sobre a Europa

Evento decorre em vários dias de Abril e Maio em três cidades do país. Inclui participação do humorista Hugo van der Ding e exibição do filme de Oleg Sentsov.

A primeira edição do festival foi em 2017
Foto
A primeira edição do festival foi em 2017 Margarida Basto

Depois dos temas da abstenção e dos direitos humanos e em ano de eleições europeias, o Festival Política será sobre a Europa. A terceira edição do evento, que calha em ano que também é de legislativas, será marcada por mais uma novidade: além de Lisboa, também as cidades de Braga e de Évora terão iniciativas.

Em Lisboa, o Festival Política, que é gratuito, acontece entre o dia 25 e 28 de Abril, no Cinema São Jorge; em Braga, será entre 9 e 11 de Maio, no Gnration; e, em Évora, será de 30 de Maio a 1 de Junho, no Teatro Garcia Resende. Em Lisboa, será ainda distribuído o Jornal Festival Política, com “reflexões e números sobre o tema central do festival”. Quanto ao vídeo promocional do evento, foi produzido pelo Edson Ataíde e pela agência FCB Lisboa.

Com o objectivo de aproximar as pessoas da política, o evento incluirá debates, projecção de filmes, exposições, workshops, concertos, actividades para crianças e, à semelhança do que já aconteceu antes, um encontro entre participantes do festival e deputados e candidatos ao Parlamento Europeu, a que a organização chama speed dating.

Como o tema deste ano é a Europa, serão abordadas, durante o festival, questões como “o populismo e a pressão migratória que estão a criar divisões no espaço da União Europeia, o 'Brexit’ e as fake news”, lê-se num comunicado enviado à imprensa.

A organização do evento destaca ainda, no programa, a exibição do filme The Trial: The state of Russia vs Oleg Sentsov, sobre o cineasta que manifestou oposição à anexação da Crimeia pela Rússia e foi premiado com o Prémio Sakharov atribuído pelo Parlamento Europeu e, ainda, “a presença do humorista Hugo van der Ding que promete fazer uma viagem pelos preconceitos europeus”.

Em ano de eleições europeias e legislativas, o festival procura chegar a um maior número de participantes, promovendo uma maior consciência política e social, sobretudo nas gerações mais novas”, lê-se no comunicado de imprensa, no qual o co-fundador do projecto, Rui Oliveira Marques, lembra que, nas últimas eleições europeias, a taxa de abstenção chegou aos 66,2%, um número que é preciso “combater”.

“A um mês das eleições europeias, o Festival Política vai ser uma montra e um laboratório do poder da cidadania na reformulação da identidade europeia, contribuindo para tornar inteligível o próximo caminho da União Europeia num mundo inegavelmente multicultural e interdependente”, escreve ainda.

A programação do festival é da responsabilidade da Associação Isonomia, com produção da Produtores Associados. O evento conta com o apoio da EGEAC, Câmara Municipal de Évora, Câmara Municipal de Braga, Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade, Instituto Português do Desporto e Juventude, Comissão Nacional de Eleições, Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal e representação da Comissão Europeia em Portugal.