Ben Stiller encontra-se com Presidente Zelensky em Kiev: “É o meu herói”

Em visita à capital da Ucrânia, o embaixador da Boa Vontade das Nações Unidas descreveu Volodymyr Zelensky como “uma fonte de inspiração” por tudo aquilo que tem feito desde que começou a invasão russa.

i-video

O actor norte-americano Ben Stiller reuniu-se com o Presidente ucraniano esta segunda-feira em Kiev. O também embaixador da Boa Vontade do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) confessou ver Volodymyr Zelensky como o seu “herói” pelas acções que tem tomado desde o início da invasão russa, a 24 de Fevereiro.

“É uma grande honra para mim [conhecê-lo]. Você é o meu herói”, afirmou durante o encontro com o líder ucraniano. A estrela de Hollywood acrescentou que “o que fez, a forma como mobilizou o país e o mundo, é realmente uma fonte de inspiração”.

A visita de Ben Stiller à Ucrânia ocorreu no âmbito do Dia Mundial do Refugiado, que se assinala todos os anos a 20 de Junho. “Sinto que é difícil entender o que realmente está a acontecer aqui sem vir cá”, justificou o actor.

Para além da capital, Ben Stiller visitou ainda áreas residenciais destruídas na cidade de Irpin, perto de Kiev, onde conversou com sobreviventes dos ataques russos. Perante o que encontrou em Irpin, não tem dúvidas de que é muito diferente “ver, sentir e depois conversar com as pessoas” do que testemunhar aquilo que é transmitido na televisão e nas redes sociais.

Da sua parte, Zelensky agradeceu ao norte-americano a sua visita, destacando a importância de se continuar a falar sobre o que se passa na Ucrânia. “É muito importante para nós que as pessoas não se esqueçam [da guerra]”, explicou.

A conversa teve ainda uma troca de elogios às carreiras um do outro. “Você desistiu de uma grande carreira como actor para isto”, disse Ben Stiller, conhecido por comédias como Um Sogro de Fugir e À Noite, No Museu. Zelensky respondeu de sorriso na cara: “Não tão boa como a sua”.

Antes de entrar no mundo da política, o actual chefe de Estado ucraniano teve uma carreira como actor, com destaque para a série Servo do Povo, na qual interpretou um professor do ensino secundário que acabou por ser eleito para a presidência.

Celebridades alertam para situação dos refugiados

Durante a sua visita, Ben Stiller partilhou na rede social Instagram, numa publicação conjunta com a ACNUR, uma mensagem em vídeo a pedir por mais apoio para os refugiados ucranianos. “Guerra e violência estão a devastar pessoas pelo mundo todo. Ninguém escolhe fugir do seu país. Procurar segurança é um direito e precisa de ser garantido para todas as pessoas”, declarou.

O actor norte-americano visitou ainda Rzeszow, na Polónia, e Lviv, na parte ocidental da Ucrânia. Na sua página do Instagram, Stiller conta ter-se encontrado com “famílias cujas vidas foram desfeitas”.

A estrela de À Noite, No Museu é a mais recente de uma série de celebridades que tem visitado a Ucrânia desde que a guerra começou. Em Abril, a actriz norte-americana Angelina Jolie esteve em Lviv, onde falou com pessoas que procuraram refúgio na região ocidental do país. Já no mês passado, Bono e The Edge da banda U2 deram um concerto numa estação de metro em Kiev.

Desde que Putin deu início à invasão do país em Fevereiro que mais de sete milhões de pessoas tiveram de fugir das suas casas, segundo a ACNUR. Neste momento, encontram-se pouco mais de cinco milhões de refugiados ucranianos espalhados pela Europa.

Texto editado por Carla B. Ribeiro


Sugerir correcção
Ler 1 comentários