Refugiados

Todos os tópicos

Governo reconhece que Portugal "não é o destino preferencial" e deverá prestar mais informação aos refugiados acolhidos sobre os seus direitos e deveres.

  • Governo reconhece que Portugal "não é o destino preferencial" e deverá prestar mais informação aos refugiados acolhidos sobre os seus direitos e deveres.

  • A partir de Matéi Visniec, Migrantes fala de uma Europa fechada e alheia a um fenómeno que não é único. A peça tem encenação de Rodrigo Francisco e está em cena no Teatro de Almada até sexta-feira.

  • O líder turco começou por não se querer envolver no conflito do país vizinho, mas teve de rever a estratégia à medida que os diferentes actores internacionais entravam em cena.

  • Dos 191 refugiados que Portugal deveria acolher ao abrigo do programa de reinstalação de pessoas que estão em campos situados em países terceiros, apenas 12 entraram no país, vindos da Turquia

  • Marcelo sublinha que a homenagem de um Presidente vindo do centro direita é um gesto de afirmação do valor supremo da pessoa humana sobre "os regimes políticos, económicos, sociais ou até do que os Estados".

  • Acolheram o antigo espião da NSA antes de este ter apanhado o avião para Moscovo. Agora são procurados por Hong Kong e pelo Sri Lanka, o seu país de origem, de onde tinham fugido. Não se arrependem do que fizeram.

  • Salvar todos aqueles que podem ser salvos. Cabe à Europa construir um plano para a integração de todos aqueles que hoje dormem nas ruas da Europa e serão os europeus de amanhã.