O comboio da noite para Kiev chegou a bom porto

O simbolismo político da visita dos três principais líderes europeus à Ucrânia representa, creio, um ponto de viragem na estratégia europeia face à guerra e na solidez da unidade europeia.

Foto
Emmanuel Macron, Olaf Scholz e Mario Draghi no comboio que os levou na passada quinta-feira a Kiev Ludovic Marin/ REUTERS

1. Poderíamos chamar-lhe também o comboio da História para Kiev, que não andaríamos muito longe da verdade. Na noite de quarta para quinta-feira da semana que passou, o comboio levou até à capital ucraniana os três líderes das três principais potências europeias com uma missão muito específica: deixar claro, para lá de qualquer dúvida, o seu apoio e o da União Europeia à resistência ucraniana perante a barbárie do Kremlin. Foram dizer-lhe que o destino final da Ucrânia é a União Europeia, apagando qualquer ambiguidade sobre a determinação europeia de apoiá-la até onde ela quiser para defender a sua soberania nacional e a sua liberdade.

Sugerir correcção
Ler 86 comentários