Diplomacia

Todos os tópicos

Governo reconhece que Portugal "não é o destino preferencial" e deverá prestar mais informação aos refugiados acolhidos sobre os seus direitos e deveres.

  • Governo reconhece que Portugal "não é o destino preferencial" e deverá prestar mais informação aos refugiados acolhidos sobre os seus direitos e deveres.

  • Caso faz subir para três o número de pessoas dos EUA detidas por Pyongyang.

  • A imprevisibilidade de Trump provou ser eficaz durante a campanha. Agora está a revelar-se como uma das maiores fraquezas da política externa norte-americana.

  • Numa cerimónia sobre a Batalha de La Lys, Azeredo Lopes lamentou os ataques “cobardes” de que a França tem sido alvo, como o de anteontem.

  • Num discurso na FLAD, Eduardo Cabrita elogiou a ajuda de Marcelo à “descrispação” da sociedade portuguesa e deixou críticas implícitas a Donald Trump.

  • O número de vitimas mortais e detidos continua a aumentar. Organização não-governamental conta mais de 500 detenções só na quarta-feira.

  • Que um Governo português, com palas ideológicas e contra os dados da geografia e da história, nos queira acantonar num bairro mediterrânico é drasticamente redutor.

  • As candidaturas para o grau zero da carreira diplomática portuguesa – a categoria adido de embaixada – estão abertas durante 15 dias úteis.

  • Pastas do arquivo da Comissão de Crimes de Guerra da ONU vão ser abertas esta semana ao público pela primeira vez em Londres.