Secção na página do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Moscovo propõe-se “demonstrar as tendências principais em publicações falsas” sobre a Rússia e “travar a sua disseminação”.

  • Secção na página do Ministério dos Negócios Estrangeiros de Moscovo propõe-se “demonstrar as tendências principais em publicações falsas” sobre a Rússia e “travar a sua disseminação”.

  • Esta guerra no Leste da Ucrânia é um conflito internacional. É a Federação Russa que desrespeita as suas obrigações no âmbito dos acordos de Minsk e do Memorando de Budapeste de 1994 por violar as fronteiras da Ucrânia, mantendo a instabilidade na região.

  • Representante permanente morreu aos 64 anos em Nova Iorque, depois de mais de dez anos no cargo.

  • Chegou a Moscovo como estudante, saiu de lá como jornalista. Nas quatro décadas que durou a aventura, viu ruir o comunismo, viu a URSS dar lugar à Rússia, chegou com Brejnev e saiu com Putin. José Milhazes fala do seu livro As Minhas Aventuras no País dos Sovietes e do que o motivou.

  • A União Europeia dos discursos do “europeísmo” fundamentalista e pouco inteligente continua a viver em absoluta negação das realidades ao recusar ver pedagogicamente que é a única importante região do mundo com tão fraco desempenho económico.

  • Tínhamos a alt-right. Agora temos a alt-fight. A luta contra a Administração Trump serve-se em doses e pratos variados. Da justiça às manifestações de rua, passando por brincadeiras na praia, há dezenas de formas de resistir. No primeiro mês, encontrámos 47.

  • Serguei Lavrov criticou a NATO no dia que Pence garantiu o apoio “inabalável” de Washington, embora com contrapartidas. Anunciado cessar-fogo no leste da Ucrânia.

  • A situação internacional agravou-se. O Irão, a Coreia, a Rússia estão a testar o novo Presidente.

  • Os avisos dos hooligans chegam oito meses depois dos confrontos, em Marselha, no Euro 2016, em que estiverem envolvidos ingleses e russos.

  • Rex Tillerson e James Mattis vieram à Europa, falaram sobre as relações dos EUA com Moscovo e não deram grandes motivos para sorrir a Putin. Trump defendeu a sua Administração em Washington.

O Público faz anos e o presente é para si! Saiba mais