É Uma Mesa: a nova pizzaria de Lisboa que emprega quem já viveu nas ruas

São perto de 200 lugares no centro cultural do Bairro Padre Cruz, em Carnide, onde se servirão pizzas, risotos e outros pratos italianos, num projecto da associação Crescer. Tudo a preços acessíveis: uma refeição deverá rondar os 12 a 14 euros.

questoes-sociais,semabrigo,restauracao,gastronomia,fugas,lisboa,
Fotogaleria
O É Uma Mesa aposta na cozinha italiana (na foto, o couvert) Daniel Rocha
questoes-sociais,semabrigo,restauracao,gastronomia,fugas,lisboa,
Fotogaleria
Daniel Rocha
questoes-sociais,semabrigo,restauracao,gastronomia,fugas,lisboa,
Fotogaleria
Burrata com pesto e tomate Daniel Rocha
questoes-sociais,semabrigo,restauracao,gastronomia,fugas,lisboa,
Fotogaleria
As bruschettas fazem parte das entradas Daniel Rocha
questoes-sociais,semabrigo,restauracao,gastronomia,fugas,lisboa,
Fotogaleria
No É Uma Mesa vão trabalhar 10 pessoas na cozinha e seis na sala Daniel Rocha

Depois do É um Restaurante nasce o É Uma Mesa, que é apresentado oficialmente esta quarta-feira e abre ao público dia 23. Com ele, o projecto da associação Crescer para ajudar à reintegração de pessoas em situação sem abrigo através do trabalho na restauração continua a expandir-se. E, desta vez, o passo é de gigante: o É Uma Mesa, situado no Bairro Padre Cruz, em Carnide, Lisboa, oferece perto de 200 lugares, se contarmos com interior e exterior. A ementa, que aposta nas pizzas e na comida italiana, foi, tal como no projecto original, confiada ao chef Nuno Bergonse.

Sugerir correcção
Comentar