Teletrabalho: empresas obrigadas a pagar aumentos nas contas da energia e da net

O teletrabalho não poderá corresponder a uma ausência de horário ou a uma disponibilidade permanente para os contactos e as solicitações patronais, respeitando o direito a desligar. Alterações terão, pelo menos, a concordância do PS e BE

Foto

As empresas serão obrigadas a pagar as despesas adicionais relacionadas com o teletrabalho, incluindo os custos com a energia e com a internet, desde que a comparação com as despesas que o trabalhador tinha antes de aderir a este regime mostre que houve um acréscimo dos gastos. O Bloco de Esquerda (BE) e o PS apresentaram, na sexta-feira à noite, propostas muito semelhantes relativamente a esta matéria, abrindo a porta à aprovação de um novo enquadramento legal do teletrabalho, depois de este regime ter ganho uma expressão nunca antes vista em Portugal por causa da pandemia.