PCP vai propor medidas de “apoio à economia” como a extinção do PEC já em 2018 e a redução dos custos da energia – que contam com o apoio do Bloco. CDS irá insistir num bónus, mais pequeno, na TSU. Mas só daqui a algum tempo.

  • PCP vai propor medidas de “apoio à economia” como a extinção do PEC já em 2018 e a redução dos custos da energia – que contam com o apoio do Bloco. CDS irá insistir num bónus, mais pequeno, na TSU. Mas só daqui a algum tempo.

  • É a resposta à direcção nacional do PS. Domingos Pereira demite-se de todos os cargos que tem no partido, mas mostra-se “inteiramente disponível para continuar a pertencer ao grupo parlamentar do PS. Bancada não comenta.

  • A Junta de Freguesia da Misericórdia receia que os dados dos Censos estejam já desactualizados, motivo pelo qual vai realizar inquéritos aos residentes.

  • Domingos Pereira deverá continuar na Assembleia da República como independente.

  • No PS, como em toda agremiação sectária, há um mal maior do que o inimigo: a ousadia da divergência. Eis uma ética e um método, prosseguido zelosa e sistematicamente, nos infaustos tempos do socratismo e da sua propaganda.

  • Em causa está a decisão tomada pela Comissão Política Nacional do PS de avocar os processos de escolha dos candidatos a presidentes de câmara pelo partido nos municípios de Barcelos e de Fafe, contrariando posições assumidas a nível concelhio.

  • Catarina Martins recusa a ideia de que a maioria parlamentar de esquerda esteja paralisada. E afirma que “não há nenhuma divergência que seja nova” entre o BE e o Governo. O acordo é para quatro anos, diz.

Viva experiências, seja exclusivo, desafie os limites da
melhor informação

Saiba mais