Subida dos juros já custou 80 milhões a Portugal

Expectativa de regresso da inflação está a conduzir a uma subida das taxas de juro da dívida em toda a Europa. Os custos adicionais foram significativos para Portugal na última emissão de dívida realizada.

Foto
LUSA/TIAGO PETINGA

A subida da inflação nos EUA e os sinais mais fortes de retoma, também na economia europeia, tornaram ainda mais evidente a expectativa nos mercados de que o Banco Central Europeu (BCE) possa vir a interromper mais cedo do que o previsto a sua política expansionista. Um sentimento que está, nas últimas semanas, a fazer as taxas de juro da dívida dos Estados da zona euro subirem e que, esta quarta-feira, fez com que Portugal tenha realizado uma emissão de dívida que lhe irá custar mais cerca de 80 milhões de euros em juros do que se tivesse sido realizada em Janeiro.