Relação entre Bill Gates e Jeffrey Epstein estará na origem do milionário divórcio

O conhecimento público dos encontros entre o co-fundador da Microsoft e o magnata Jeffrey Epstein terá estado na origem da decisão de Melinda Gates em terminar o casamento.

Foto
Reuters/J.P. MOCZULSKI

Melinda Gates terá começado a reunir-se com os seus advogados para tratar do divórcio de Bill Gates em 2019, revela o Wall Street Journal (WSJ), ano que ficou marcado pela detenção de Jeffrey Epstein, acusado de tráfico sexual de menores, e sua posterior morte na prisão, precisamente no dia a seguir a ter vindo a público uma série de nomes sonantes que estariam entre as relações próximas do magnata norte-americano: o príncipe André, do Reino Unido, o antigo governador do Novo México Bill Richardson e o ex-senador norte-americano George Mitchell, entre outros.