No primeiro encontro oficial com os líderes do Congresso, o novo Presidente dos EUA voltou a afirmar que Clinton apenas ganhou no voto popular porque milhões de imigrantes votaram ilegalmente na democrata. Porta-voz da Casa Branca defendeu Trump e mantém a tese de fraude.

  • No primeiro encontro oficial com os líderes do Congresso, o novo Presidente dos EUA voltou a afirmar que Clinton apenas ganhou no voto popular porque milhões de imigrantes votaram ilegalmente na democrata. Porta-voz da Casa Branca defendeu Trump e mantém a tese de fraude.

  • O Presidente avisou os três maiores grupos americanos, Ford, Fiat Chrysler e General Motors, que a sua Administração tanto pode ser "extremamente generosa" como "muito desagradável".

  • Trump retirou-se do acordo que pretendia evitar a hegemonia chinesa na Ásia-Pacífico. Agora, é para a China que olham os países que querem um maior envolvimento numa zona estratégica do comércio mundial.

  • O apresentador do The Late Show vai ser o anfitrião do evento que destaca o melhor da televisão. A cerimónia é emitida a 17 de Setembro na CBS e os nomeados serão revelados a 13 de Julho.

  • A proximidade do milionário a Vladimir Putin foi alvo de críticas dentro do próprio Partido Republicano, mas a nomeação do novo chefe da diplomacia acabou por ser aprovada.

  • Resumo dos três dias de trabalho de Donald Trump.

  • Há um discurso que institucionaliza o Outro como bode expiatório, valoriza o desprezo pelos direitos humanos e assenta no desrespeito pela dignidade das pessoas.

  • O ministro da Informação jordano evocou as consequências "catastróficas" da mudança da embaixada: uma violação de uma "linha vermelha" e "um presente para os extremistas".

Viva experiências, seja exclusivo, desafie os limites da
melhor informação

Saiba mais