The Roots encabeçam primeiro concerto do EDP Cool Jazz

O grupo de hip-hop The Roots, e os portugueses HMB e Palheta Jazz Trio são os grupos que marcam o primeiro dia de concertos do Festival EDP Cool Jazz no concelho de Cascais.

Foto
O hip-hop dos The Roots na primeira noite do EDP Cool Jazz

De regresso a Portugal, o hip-hop dos The Roots abre esta terça-feira, 9 de Julho, a 16.ª edição do EDP Cool Jazz, no concelho de Cascais. Além dos The Roots (22h35) estarão os portugueses HMB (21h30) e Palheta Jazz Trio (20h30).

Os norte-americanos The Roots, a banda formada em 1987 e liderada pelo vocalista Black Though e pelo baterista Questlove, são reconhecidos por misturar elementos de jazz e hip-hop nas suas actuações. Considerada “uma das primeiras bandas do género”, são actualmente a banda residente do talk-show Late Night with Jimmy Fallon. Este é um regresso da banda a Portugal depois de em 2012 terem actuado no festival Sudoeste e em 2004 no Paredes de Coura.

Os concertos vão decorrer no Hipódromo Manuel Possolo e antes dos norte-americanos vão actuar os portugueses HMB e, no Parque Marechal Carmona, o Palheta Jazz Trio, no âmbito das Cascais Jazz Sessions, espaço que pretende divulgar talentos do jazz nacional.

O festival, que na realidade começou no domingo, 7 de Julho, com um DJ set do jornalista musical Rui Miguel Abreu, continua quarta-feira, 10 de Julho, com concertos da londrina Jessie J e dos portugueses Best Youth e Maro. A 16 de Julho é a vez da banda instrumental norte-americana Snarky Puppy e do cantor, compositor e multiinstrumentalista britânico Jacob Collier. No dia 20 de Julho o pianista de jazz contemporâneo britânico Jamie Cullum e a portuguesa Jéssica Pina serão os grandes destaques dessa noite. A 24 de Julho regressa a Portugal a canadiana Diana Krall e actua o português Francisco Sales. O autor de temas icónicos como It´s Not Unusual e Sexbomb, o britânico Tom Jones, vai subir a palco a 25 de Julho assim como os portugueses Os Quatro e Meia. No último dia do festival, 31 de Julho, as atenções vão estar centradas na actuação dos influentes alemães Kraftwerk, que regressam a Portugal depois de uma actuação no festival Neopop, em Viana do Castelo, em 2017, onde vão apresentar o seu espectáculo 3D, “compondo uma experiência musical e visual única".

No dia 27 de Julho, os concertos dos portugueses Black Mamba e Churky vão decorrer no Hipódromo Manuel Possolo com um carácter solidário. O bilhete tem um preço de cinco euros e reverte a favor da Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados de Cascais (CERCICA).

As Cascais Jazz Sessions, sempre às 19h, vão contar ainda com concertos de Renato Sousa (10 de Julho), Guilherme Melo (16 de Julho), Tomás Marques (20 de Julho), Pedro Nobre (24 de Julho), Elmano Coelho (25 de Julho), Eduardo Gardinho (27 de Julho) e Carlos Borges (31 de Julho) — os bilhetes para o festival garantem acesso a estas sessões no Parque Marechal Carmona.

Para além destes concertos, ainda vão acontecer DJ sets de entrada gratuita nos Jardins da Casa das Histórias Paula Rego, sempre às 19h, de Isilda Sanches (14 de Julho), Best Boy Grip (21 de Julho) e Girl Blunt (28 de Julho).