• Relatório da quinta avaliação pós-programa feita pela Comissão Europeia a Portugal mantém previsões mais pessimistas que o Governo para o défice de 2017.

  • O ex-primeiro ministro recorda que o défice público português também foi de 2,1% em 1989, quando Miguel Cadilhe era ministro das Finanças do governo de Cavaco Silva.

  • Por culpa da desastrada estratégia de Passos Coelho, cada mês de vida deste governo dá direito a bolo e soprar de velas.

  • Região autónoma fechou 2016 com um superavit de 230 milhões de euros. Foi o quarto ano consecutivo que o Funchal apresentou contas positivas, mas a dívida pública regional, embora descendo 94,8 milhões face a 2015, continua a ser três vezes superior à dos Açores.