A “maior piscina de ondas” de Portugal reabre a 1 de Junho

Praia das Rocas volta a receber visitantes a partir de 1 de Junho. No seu centro um lago com quase 1 km de extensão. Sempre a fazer ondas.

leiria,lazer,fugas,verao,turismo,praias,
Fotogaleria
Praia das Rocas dr
leiria,lazer,fugas,verao,turismo,praias,
Fotogaleria
Praia das Rocas dr
leiria,lazer,fugas,verao,turismo,praias,
Fotogaleria
Praia das Rocas dr
leiria,lazer,fugas,verao,turismo,praias,
Fotogaleria
Praia das Rocas dr
,Recorrer
Fotogaleria
Praia das Rocas dr
Lazer
Fotogaleria
Praia das Rocas dr
,Praia
Fotogaleria
Praia das Rocas dr
leiria,lazer,fugas,verao,turismo,praias,
Fotogaleria
Praia das Rocas dr
,Lazer
Fotogaleria
Praia das Rocas dr
leiria,lazer,fugas,verao,turismo,praias,
Fotogaleria
Praia das Rocas dr
leiria,lazer,fugas,verao,turismo,praias,
Fotogaleria
Praia das Rocas dr
,Lazer
Fotogaleria
Praia das Rocas dr
leiria,lazer,fugas,verao,turismo,praias,
Fotogaleria
Praia das Rocas dr

A Praia das Rocas, em Castanheira de Pêra, reabre no dia 1 de Junho, numa época balnear que se estende até 18 de Setembro e que quer atingir os números de 2019, quando o complexo recebeu 93.100 pessoas.

“Queremos chegar aos números de 2019, é o objectivo, até porque estamos a voltar a abrir em Junho”, disse à agência Lusa o director-geral da Prazilândia (empresa municipal que gere o espaço), Marco Anjos, explicando que, devido à pandemia, no Verão de 2020 ficaram por pouco mais de 36 mil visitantes e em 2021 por 54.200.

A Praia Fluvial das Rocas, um complexo de “lazer, animação e divertimento”, tem no seu centro um lago com quase 1 km de extensão e anuncia-se como uma “ilha no centro da praia”. A sua atracção maior é mesmo essa, a piscina de ondas com 2100 m2, “a maior do paí­s” como é sempre referida. Por ali, também uma albufeira e uma ponte secular, num cenário entre o construído e natural, onde correm as “águas lí­mpidas da ribeira de Pêra”. Aqui, “palmeiras tropicais convivem harmoniosamente com a Serra da Lousã que espreita lá do alto”.

Para esta nova temporada, o complexo, disse Marco Anjos à Lusa, foi objecto de um conjunto de intervenções, que passam pela instalação de torniquetes para controlar a entrada e a saída de pessoas. “Permite aferir o número de pessoas que está em simultâneo na praia”, esclareceu, adiantando que foi ainda feita a remodelação do piso de entrada do complexo e da própria piscina. “A lotação máxima do complexo é de 2.500 pessoas em simultâneo, para podermos oferecer um serviço melhorado”, adiantou.

Foto
Praia das Rocas dr

Os trabalhos estenderam-se ao gabinete de primeiros socorros e à bilheteira exterior, “tornando este espaço mais acolhedor” - passa também a ter bilheteira online própria.

Também os quatro veleiros atracados na praia foram objecto de intervenção, assim como “o serviço de bar e restauração, que se apresenta melhorado”.

Em matéria de actividades, mantém-se “o “slide”, a parede de escalada, barco a remos, gaivotas e canoagem”, assim como os seis “bungalows”, com dois quartos cada.

“Vamos ter prancha de ‘stand up paddel’ familiar, para seis pessoas”, adiantou, dando conta como novidade de que na plataforma para os chapéus do sol vai nascer o “Rocas Lounge”, com camas de praia protegidas com toldo. Para Agosto, está já marcada a Feira da Juventude, com música, animação e actividades desportivas.

Foto
Praia das Rocas dr

O preço dos bilhetes para dia inteiro começa em 9, 50 euros (adulto, Junho e Setembro) e 10 euros (adulto, Julho e Agosto) - por “adulto” entende-se dos 11 a 64 anos. O bilhete para criança/sénior - dos 6 aos 10 anos e a partir dos 65 anos -, é 7,50 (Junho e Setembro) e 9 euros (Julho e Agosto). Existem descontos para quem visita só à tarde e bilhetes-família (preçário aqui). Mais informações no site oficial.

Sugerir correcção
Comentar