Alentejanos pedem hospital em Beja, mas foi em Faro que Costa o prometeu

O que têm em comum o PREC, morangos, uma samarra e um hospital? Todos estiveram na campanha socialista desta quarta-feira.

agricultura,antonio-costa,alentejo,eleicoes,ps,agua,
Fotogaleria
agricultura,antonio-costa,alentejo,eleicoes,ps,agua,
Fotogaleria
agricultura,antonio-costa,alentejo,eleicoes,ps,agua,
Fotogaleria
agricultura,antonio-costa,alentejo,eleicoes,ps,agua,
Fotogaleria
agricultura,antonio-costa,alentejo,eleicoes,ps,agua,
Fotogaleria
agricultura,antonio-costa,alentejo,eleicoes,ps,agua,
Fotogaleria
agricultura,antonio-costa,alentejo,eleicoes,ps,agua,
Fotogaleria
agricultura,antonio-costa,alentejo,eleicoes,ps,agua,
Fotogaleria
agricultura,antonio-costa,alentejo,eleicoes,ps,agua,
Fotogaleria
agricultura,antonio-costa,alentejo,eleicoes,ps,agua,
Fotogaleria

Se no início da tarde em Beja António Costa largou a gravata de primeiro-ministro para vestir uma samarra (ainda que transmontana, como faria questão de esclarecer), ao final do dia, em Faro, o secretário-geral socialista voltou a vestir a gravata para criticar o BE e PCP por terem “cortado as pernas ao Governo” e fez duras críticas às propostas apresentadas pelo PSD, nomeadamente nas pastas da saúde e políticas fiscais.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários