Das bancadas, uma fã de hóquei no gelo detectou um sinal suspeito a um técnico. E salvou-lhe a vida

O técnico dos Vancouver Canucks, da liga norte-americana de hóquei no gelo (NHL), recebeu o alarme durante um jogo em Outubro e não o ignorou. Era um melanoma maligno e, graças ao aviso, uma semana depois, estava livre de perigo.

Foto
No intervalo do jogo, foi revelado que as duas equipas se tinham juntado para oferecer a Nadia uma bolsa de estudo no valor de dez mil dólares (8800€) DR/NHL

“O sinal na parte de trás do pescoço é possivelmente canceroso. Por favor, vá ao médico.” O recado, escrito num telemóvel que uma fã encostou ao acrílico que separa o campo de hóquei no gelo dos Seattle Kraken das bancadas, apanhou Brian “Red” Hamilton, que supervisiona o equipamento dos Vancouver Canucks, de surpresa. Mas o técnico não ignorou as palavras e, quase quatro meses depois, pôde agradecer a Nadia Popovici, de 22 anos, por lhe ter salvado a vida. “As palavras [que ouvi] da boca do médico foram que, se eu tivesse ignorado isto, daqui a quatro ou cinco anos não estaria aqui”, sublinhou Hamilton durante uma conferência de imprensa.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários