Três corpos-filme “turbinados” por um fungo

Esta sexta-feira e sábado, no Rivoli, Jonathan Uliel Saldanha estreia 3xDRILL, “um híbrido entre a videodança, o videoclipe e a publicidade de rua”.

Foto
"3xDRILL" é “um híbrido entre a videodança, o videoclipe e a publicidade de rua” e transmitida em três ecrãs LED cortesia rivoli

Para o terceiro e penúltimo capítulo do seu percurso enquanto artista associado do Teatro Municipal do Porto, Jonathan Uliel Saldanha decidiu trabalhar com três bailarinos, mas fora do palco. No filme 3xDRILL, apresentado esta sexta-feira e sábado no Rivoli em formato instalação, Ana Isabel Castro, Débora N'jiokou e Deeogo Oliveira habitam espaços do Porto desocupados, esvaziados, dialogando com a sua arquitectura e plasticidade, ao mesmo tempo que são atravessados por um fungo que os faz dançar.

Sugerir correcção
Comentar