António Costa apela à mobilização dos jovens para as autárquicas

A limitação de mandatos e a necessidade de novas ideias exige a renovação de quadros, diz o líder socialista. Habitação, alterações climáticas e educação na agenda do próximo mandato autárquico.

Foto
António Costa enviou mensagem à convenção autárquica da JS LUSA/MIGUEL A. LOPES

No dia em que foi reeleito secretário-geral do PS, com 94% dos votos (menos dois pontos do que em 2018 — dados provisórios), António Costa enviou uma mensagem à Convenção Autárquica da JS na qual apela aos jovens socialistas para participarem activamente nas próximas eleições locais e se “envolverem no poder local democrático”, integrando as listas de candidatos. “Hoje, com a limitação de mandatos, cada vez o PS necessita mais de novos quadros que se vão renovando e essa renovação é fundamental também para trazer novas ideias”, afirma António Costa numa mensagem gravada em vídeo.

“O exercício do poder local é uma experiência extraordinária e única como experiência humana e de contacto com os cidadãos”, afirma o líder socialista, lembrando que foi no poder local que começou a sua carreira política. “No poder local não há distância, só há mesmo proximidade e necessidade de responder aos problemas concretos das pessoas”, sublinha, acrescentando que essa é uma experiência “fundamental para percebermos como transformamos os nossos ideais em respostas concretas às questões que no dia-a-dia os cidadãos nos vão colocando”.

Por outro lado, prosseguiu, as prioridades do PS no próximo mandato autárquico “têm muito a ver com a vossa geração”. A primeira é a habitação: “Graças ao Plano de Recuperação e Resiliência, vamos investir nos próximos anos 2750 milhões de euros em habitação”, não só “social, mas também acessível para os jovens e para a classe média”, afirmou.

As alterações climáticas foram outra prioridade que referiu, dizendo que para “enfrentar e vencer” esse “grande desafio” é preciso “um novo olhar, um olhar jovem” para desenvolver “uma agenda de desenvolvimento sustentável, de transformação e de apoio ao transporte público”. Costa acentuou também o facto de que, no próximo mandato, “as autarquias vão receber competências acrescidas em matéria de educação”, e por isso o papel dos jovens “é também absolutamente essencial”.

Por tudo isso, concluiu apelando a que os jovens “participem activamente nas listas do PS nas próximas eleições, seja para a freguesia, seja para a assembleia municipal, seja para a câmara municipal, porque o PS precisa das novas gerações e estas têm muito a dar ao poder local democrático.

A Convenção Autárquica da JS começou no sábado e termina neste domingo, dia em que o PS divulgou os resultados das eleições internas que resultaram na recondução de António Costa no cargo de secretário-geral do PS.