Há novo bar em Lisboa: A Viagem das Horas dá a volta ao relógio com vinhos, vinis e plantas

A ideia de comunidade é muito importante para o projecto que o DJ Rykardo acaba de abrir em Arroios. O bar dá palco aos seus vários parceiros, desde a loja de plantas Bago aos produtores de vinho ou de queijo. E, para Ricardo Maneira, é também um “acto de cidadania”.

jazz,gastronomia,bares,fugas,musica,lisboa,
Fotogaleria
Nuno Ferreira Santos
jazz,gastronomia,bares,fugas,musica,lisboa,
Fotogaleria
Nuno Ferreira Santos
jazz,gastronomia,bares,fugas,musica,lisboa,
Fotogaleria
Nuno Ferreira Santos
jazz,gastronomia,bares,fugas,musica,lisboa,
Fotogaleria
DJ Rykardo n'A Viagem das Horas Nuno Ferreira Santos
Vinho
Fotogaleria
Nuno Ferreira Santos
Fotogaleria
Nuno Ferreira Santos
Fotogaleria
Nuno Ferreira Santos
Fotogaleria
Nuno Ferreira Santos

No gira-discos, encaixado na montra ao lado dos vasos de plantas e da caixa com vinis, roda um disco de jazz. É um final de tarde, o sol ainda não foi totalmente embora, e por isso sentamo-nos na esplanada d’A Viagem das Horas. Chega uma garrafa de vinho, uma tábua de queijos (parte deles veganos), pão, azeite.