Estado dá garantia a empréstimo de 252 milhões para Angola pagar contrato à Mota-Engil

Estado português vai conceder garantias públicas no valor de 252,5 milhões de euros ligadas a um empréstimo da CGD a Angola para pagar a requalificação da Base Naval do Soyo, a cargo da Mota-Engil.

Foto
Angola é um dos grandes mercados da Mota-Engil Manuel Roberto / Publico

O Governo português autorizou a concessão de uma garantia estatal de 252,5 milhões de euros, ligada a um empréstimo no mesmo valor a conceder a Angola pela Caixa Geral de Depósitos (CGD), ao abrigo da Convenção Portugal-Angola. Este empréstimo servirá para ajudar Luanda a pagar a empreitada de requalificação da Base Naval do Soyo (zona petrolífera no norte de Angola) que foi adjudicada em Maio de 2019 à construtora portuguesa Mota-Engil, no valor 270 milhões de euros.