Fragas de São Simão, Porto e Norte de Portugal candidatos aos “óscares” do turismo europeu

A pandemia adiou os “óscares” do Turismo, mas a organização, apesar de tudo, decidiu mantê-los. E permitiu novas candidaturas. Portugal, “o melhor destino do mundo” em 2019, soma 140 nomeações. A votação está aberta a todos até 24 de Setembro.

Projecto Fragas de São Simão
Foto
Projecto Fragas de São Simão CM Figueiró dos Vinhos

Por esta altura, já deveríamos saber quem são os vencedores dos chamados “óscares” do turismo na sua ronda europeia, do qual, em 2019, Portugal voltou a sair como melhor destino. Mas o caos global causado pela pandemia levou ao óbvio adiamento das votações e da noite de distribuição dos troféus. Mas, apesar dos pesares, não ao cancelamento: a organização tem as votações abertas até 24 de Setembro para os World Travel Awards Europa (WTA), com cerimónia marcada para finais de Outubro.  

O adiamento permitiu novas candidaturas, já que os prémios, além do óbvio marketing que permitem, também poderão dar algum alento a um sector traumatizado pelos efeitos da covid-19. 

PÚBLICO -
Foto
Além da região ser candidata a destino Património, a cidade do Porto é também candidata a melhor destino "city break"

Entre os “novos” candidatos aos WTA, conta-se o Turismo do Porto e Norte de Portugal, que entrou na nova categoria de Destinos Património, dedicada às melhores propostas de turismo cultural e histórico. A concorrência é de peso: a região compete com cidades como Barcelona, Veneza, Florença, Roma, Edimburgo, Viena, São Petersburgo, Moscovo ou Londres.

“É uma nomeação que nos deixa felizes, um reconhecimento das potencialidades da região e vencer seria um merecido prémio que ajudaria a reerguer a região na altura da retoma do turismo, que esperamos que esteja para breve”, comenta, em comunicado, Luís Pedro Martins, presidente da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal.

Na promoção da candidatura, o organismo sublinha ainda que “no destino Porto e Norte de Portugal é possível encontrar a maior diversidade e concentração de oferta de recursos Património Mundial da UNESCO”.

O Porto tem outra nomeação mais habitual no certame: candidato a melhor destino europeu para uma escapadela urbana (city break), onde compete com várias cidades-estrela do turismo europeu, incluindo Lisboa. Para a região, também se somam várias nomeações para a hotelaria de luxo.

Outra entrada recente na lista de candidatos: o projecto Fragas de São Simão, no concelho de Figueiró dos Vinhos, nomeado para o WTA Europa de melhor atração turística de aventura (onde concorre com os Passadiços do Paiva). A obra envolveu a “requalificação da envolvente” desta área localizada em pleno território das Aldeias do Xisto. Com praia fluvial, as fragas passaram a contar este Verão com novo miradouro e passadiços. 

PÚBLICO -
Foto
Projecto Fragas de São Simão CM Figueiró dos Vinhos

A intervenção no local “permitiu requalificar um antigo caminho ancestral e ligar três pólos de importante atracção turística no concelho: a praia fluvial, o miradouro e a aldeia de xisto”, sublinhava, na inauguração, Jorge Abreu, presidente da autarquia de Figueiró dos Vinhos.

Os passadiços, com cerca de dois quilómetros, facilitam o acesso à fantástica praia fluvial das Fragas de São Simão, que convida a um dia bem passado no meio da natureza”, resume o Turismo do Centro, que sublinha que “pela beleza natural envolvente, em frente à Aldeia do Xisto de Casal de São Simão, este passa a ser um destino de visita obrigatória para quem visita a região”. 

Porto e Norte e as Fragas de São Simão são apenas duas das estrelas das 140 nomeações com que Portugal chega aos World Travel Awards Europa, cuja lista inicial de candidatos foi anunciada ainda em Março, poucos dias antes da declaração de pandemia. Além de uma “chuva” de candidatos na hotelaria portuguesa, destacam-se várias nomeações para Lisboa, Açores, Madeira e Algarve, além da TAP, Dark Sky Alqueva ou Passadiços do Paiva, entre outros. Portugal, entre entradas noutras categorias, volta a ser candidato a melhor destino europeu. 

As votações estão abertas até 24 de Setembro – todos podem votar, sendo que o voto dos profissionais registados de turismo vale por dois.

Sugerir correcção