Educação

Ensino superior: “Não sei bem porquê, mas nunca tive aquela vontade”

Muitos jovens não se identificam com o que aprendem na escola e procuram um ensino mais prático no futuro, o que pode não incluir uma passagem pelo ensino superior.

impar,familia,alunos,educacao,escolas,psicologia,
Foto
Segundo a psicóloga Sofia Ramalho, o formato à distância pode abalar particularmente o interesse dos jovens pelo ensino DYLAN GILLIS/ UNSPLASH

A época de exames nacionais já bateu à porta e com ela acumulam-se as dúvidas dos alunos relativamente ao futuro. Há quem saiba a área que quer desde criança, há quem escolha o curso só no momento em que faz a candidatura ao ensino superior, mas há também quem não queira prosseguir, por vezes, ao arrepio da vontade dos pais. Foi o que fizeram Henrique, Andrea, Duarte e Inês. A psicóloga Sofia Ramalho, da Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP), recomenda o diálogo e o apoio emocional, reforçando que “não é só o ensino superior que dá uma resposta de formação e de educação”.