• Peters dá algumas dicas que parecem clichés, mas que precisamos de ouvir e de transmitir aos nossos filhos. “O futuro é sempre incerto.” Não vale a pena preocuparmo-nos com o que vai acontecer, senão quando acontecer.

  • Centros que fazem o acompanhamento dos encontros vigiados entre pais e crianças em perigo são habitualmente financiados pela Segurança Social. Mas há excepções e pelo menos um caso em que uma mãe tem de pagar para ver o filho.

  • Depois de se conhecerem na manifestação, as duas famílias trocaram contactos e combinaram um jantar.

  • Objectivo do Presidente das Filipinas é que até 2018 todas as famílias pobres possam aceder gratuitamente a métodos de planeamento familiar. Medidas contam com feroz oposição dos sectores mais conservadores do país.

  • Apesar da prometida aceleração dos processos, dados provisórios indicam que houve menos crianças adoptadas em 2016. Juiz admite que serviços estejam a ser “mais criteriosos” para evitar devolução de crianças às instituições.

  • A aldeia que está ocupada em sobreviver está a deixar para trás estes miúdos que não são só os filhos dos outros, são também os nossos filhos.

  • Jovens dispendem 15 a 30 minutos com os trabalhos de casa, avança inquérito a pais e professores.

  • Pedimos aos pais a perfeição e eles passam essa pressão para os filhos, num sem número de solicitações nunca totalmente satisfeitas onde não existe tempo, nem cabeça, para pensar o mundo onde vivemos.

O Público faz anos e o presente é para si! Saiba mais