Um guia para as mudanças que começarão a ser aplicadas em algumas escolas no próximo ano lectivo.

  • Um guia para as mudanças que começarão a ser aplicadas em algumas escolas no próximo ano lectivo.

  • Fundir disciplinas. Alternar semanas normais de trabalho, com semanas a trabalhar um só tema. Estes são apenas dois dos modelos propostos pelo Ministério da Educação. Às escolas cabe decidir. Experiência de “flexibilização” arranca só em algumas, no próximo ano.

  • Falta de trabalhadores nas escolas e defesa de que trabalhadores não docentes fiquem na tutela da Educação, após a transferência de competências para os municípios, também estiveram em cima da mesa, na reunião no Ministério da Educação.

  • O Governo encarou a negociação sindical como mero formalismo legal e ficou claro que, quando as incidências orçamentais relevam, as suas prioridades não se afastam do que Crato serviu.