Isabel do Carmo

“À medida que tivemos mais poder de compra, comprámos mal”

Crítica em relação às dietas e ao uso terapêutico de determinadas plantas, a endocrinologista escreveu um livro onde alerta para os problemas e exalta o método científico.

saude,livros,servico-nacional-saude,china,obesidade,doencas,
Foto
"O que vejo no consultório são pessoas com formação universitária e que acreditam nas coisas mais absurdas e obscuras"

Foi fundadora da Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade, presidente da Plataforma contra a Obesidade. “Nunca tive um salário, era um trabalho benévolo.” Mas lamenta nunca ter havido um “programa de propaganda” e essa é uma das razões porque acredita que a obesidade continua a ser um problema no país. Isabel do Carmo denuncia que houve “uma grande pressão da indústria agro-pecuária” para que a plataforma acabasse e para que não se falasse a palavra “obesidade”. “Foi substituída por ‘alimentação saudável’, que é mais positivo”, diz ao PÚBLICO em entrevista por causa do seu novo livro Alimentação: Mitos e factos, uma perspectiva científica, editada pela Oficina do Livro. O lançamento é no próximo dia 27 de Julho.