Empresário José Veiga suspeito de entregar vantagens indevidas a juiz Rui Rangel

Operação Lex já tem 16 arguidos, mas número de suspeitos não deve ficar por aqui. Acusação deve estar concluída até ao Verão

Foto
LM MIGUEL MANSO

O empresário José Veiga, antigo agente de jogadores e suspeito no processo Rota do Atlântico, foi formalmente constituído arguido no caso conhecido como Operação Lex, que está centrado nas actividades ilegais do juiz Rui Rangel. O Ministério Público acredita que o empresário terá entregado vantagens indevidas ao antigo magistrado do Tribunal da Relação de Lisboa, que foi demitido no início de Dezembro da judicatura.