No Ponto: Mafarricos, Mafra

Frutos secos, doce de ovos, chila e frutas cristalizadas. Chamam-se mafarricos – aludindo à alcunha dos mafrenses – e são mais apetecíveis no Inverno.

Foto

Nesta quadra festiva, e chegados ao Dia de Reis, vamos conhecer uma especialidade de Mafra, da pastelaria Doce Camélia, que partiu da massa do tradicional bolo-rei. Chama-se mafarrico, aludindo, segundo as gentes locais, à alcunha dos mafrenses, e contém frutos secos em abundância, doce de ovos, chila e algumas frutas cristalizadas. Vende-se todo o ano em fatias generosas, para benefício dos mais gulosos.

O mafarrico é mais apetecível no Inverno e não há melhor altura para experimentá-lo do que esta. Este docinho de Mafra vem enriquecer a família de doces que tem vindo a surgir nas últimas décadas, um pouco por todo o país, e que consiste em variações do bolo-rei. Perde-se a conta às receitas diferentes que se fazem a partir da massa do tradicional bolo natalício. E há sempre mais uma por descobrir.

A Doçaria Portuguesa

Cristina Castro criou o projecto No Ponto para registar e dar a conhecer os doces do país. Tem vindo a publicar a colecção A Doçaria Portuguesa, “os mais completos livros sobre a história e actualidade dos doces de Portugal”. A investigação para este trabalho levou a autora a viajar por todos os concelhos em busca de especialidades doceiras. A partir da oportunidade de ver como se faz, de falar com quem produz, de conhecer vidas, histórias e tradições associadas à doçaria, surgiram os vídeos que desvendam um pouco de cada doce. Regularmente, a Fugas revela um vídeo novo sobre um doce diferente.

PÚBLICO -
PÚBLICO -
PÚBLICO -
Fotogaleria
Sugerir correcção