Foto

Mesa de Natal alternativa: seitan natalício

Natal não tem que ser sinónimo de peixe e carne na mesa — e há cada vez mais projectos que divulgam alternativas, sem perder a tradição. O Alho Francês deixa uma ideia para a ceia de Natal.

Seitan de Natal, por Alho Francês

De que precisas (para quatro pessoas):

  • 500 gr seitan (usei Provida, pela forma dele )
  • 1 caneca arroz basmati (sensivelmente 200gr)
  • 1 cebola roxa
  • 1 cebola branca
  • 2 cenouras médias
  • 1/2 couve lombardo
  • 1 couve-flor pequena
  • 2 laranjas (uma para sumo, outra para cubos)
  • q.b. azeite
  • q.b.vinho branco
  • q.b. gengibre
  • q.b. sal
  • q.b. pimenta preta
  • q.b. açafrão
  • q.b. molho soja
  • q.b. amêndoa
  • q.b. piri-piri em pó
  • q.b. canela em pó
  • q.b. arandos vermelhos (podes usar passas ou similares)
  • q.b. coentros

Como fazer (passo a passo):

  1. Antes de começar a tratar do arroz (escolhi o basmati pela sua textura e “soltura"), corto os legumes, cenoura, couve lombarda e cebola roxa aos cubos e faço pequenas “árvores” de couve-flor.
  2. Numa panela com azeite quente coloco a cebola branca picada e deixo alourar um pouco. Junto gengibre picado e coloco o arroz, deixando fritar um pouco.
  3. Adiciono o sumo de laranja e a água correspondente (no caso do basmati dobro a quantidade de água em relação ao arroz).
  4. Tempero com sal e junto um pouco de açafrão para colorir um pouco. Deixo cozer até a água evaporar. Um pouco antes, coloco a amêndoa inteira.
  5. Com o arroz cozido, passo para o seitan. Passo por uma leve marinada de sumo de laranja e molho de soja. Coloco numa frigideira com azeite bem quente para corar e cozinhar.
  6. Na mesma frigideira, começo por saltear os vegetais, começando pela cenoura e cebola (dependendo do tamanho do corte, a cenoura poderá demorar tempos diferentes). Eu, como, defensor acérrimo dos legumes al-dente, gosto dela bem crocante, inclusive mantém mais propriedades intactas — a cenoura, depois de cozida, torna-se menos benéfica devido à alteração do índice glicémico (açúcar).
  7. Junto a couve-flor, refresco com vinho branco e tempero com a marinada do seitan (sumo laranja e molho de soja), tendo cuidado depois com o sal a colocar, se realmente for necessário. Deixo cozinhar um pouco para o molho apurar. Adiciono a couve lombarda em último para ficar bem al-dente. Fica tão “fresca!”
  8. Rectifico temperos, adiciono pimenta preta moída, piri-piri em pó e um pouco de canela para “envolver” e aveludar tudo. 
  9. Para tornar os vegetais mais interessantes junto cubos de laranja, que se irão desfazer e “engrossar” o molho. Fantástico. Como a confecção é muito rápida, há cubos que se mantêm.
  10. Para terminar, junto os arandos vermelhos. Polvilho com coentros picados grosseiramente.
  11. Uma ceia de Natal que é uma delícia em todos os aspectos, consciência, visual e sabor.
     
Sugerir correcção