João Paulo Rebelo mantém-se na Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto

Com a tutela da pasta desde Abril de 2016, o governante, de 45 anos, vai permanecer no Governo liderado por António Costa.

Foto
Nuno Ferreira Santos

João Paulo Rebelo vai ser o secretário de Estado da Juventude e do Desporto do segundo Governo liderado por António Costa. Segundo o PÚBLICO apurou, o governante, que tem a tutela da pasta desde 2016 quando substituiu João Wengorovius Meneses, será reconduzido pelo primeiro-ministro e continuará a trabalhar no Ministério da Educação liderado por Tiago Brandão Rodrigues.

Com 45 anos, João Paulo Rebelo nasceu em Moçambique e foi deputado da Assembleia da República eleito pelo distrito de Viseu durante a XIII Legislatura, tendo também integrado a Comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas.

Antigo vereador sem pelouros atribuídos na Câmara Municipal de Viseu, João Paulo Rebelo assumiu a pasta da Juventude e do Desporto em Abril de 2016 após a demissão de João Wengorovius Meneses, que abandonou o cargo “em desacordo” com Tiago Brandão Rodrigues.

Durante os três primeiros anos como secretário de Estado, João Paulo Rebelo esteve envolvido numa polémica por ter acumulado, durante 22 meses, a sua função no Governo com a gerência de uma empresa de exploração de mirtilos, mas em Março desde ano o Tribunal Constitucional arquivou o processo.

Rebelo esteve igualmente envolvido numa controvérsia com o FC Porto, que acusou o secretário de Estado da Juventude e do Desporto de mentir acerca do processo de substituição do presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), depois da troca de Augusto Baganha por Vítor Pataco.