Actriz Jane Fonda detida durante acção contra alterações climáticas

Celebridade prometeu repetir acto todas as semanas, relembrando palavras da jovem activista sueca Greta Thunberg. “Greta disse que temos que actuar como se a casa estivesse a arder. Chamarei a estes protestos o simulacro de incêndio das sextas-feiras”.

,Ator
Foto
Jane Fonda Mario Anzuoni

A actriz Jane Fonda, de 82 anos, foi detida esta sexta-feira nas escadas do Congresso dos Estados Unidos, juntamente com um grupo de manifestantes que exigia mais acção do Governo na luta contra as alterações climáticas.

“Vou usar o meu corpo, que é agora de alguma forma famoso e popular pela série que vou fazer no Distrito de Colúmbia, e vamos fazer uma manifestação todas as sextas-feiras”, disse a actriz e activista ao jornal Washington Post.

PÚBLICO -
Foto
Imagem da detenção de Jane Fonda ARLO HEMPHILL / REUTERS

Uma dezena de pessoas juntou-se hoje na escadaria do Congresso, em Washington, com cartazes sobre as alterações climáticas, desafiando a polícia que os mandou sair do local.

Jane Fonda, que foi a terceira pessoa a ser algemada e detida, prometeu que continuará os protestos durante as próximas 14 semanas, o tempo que vai estar na capital dos Estados Unidos para a produção da série Grace & Frankie, da Netflix.

“Vamos incorrer em desobediência civil e vamos ser presos a cada sexta-feira”, disse Jane Fonda ao jornal.

A polícia do Congresso disse que tinha detido 16 pessoas por causa de uma “manifestação ilegal do lado Este do Capitólio”. A porta-voz, Eva Malecki, disse que os detidos serão acusados de perturbar e obstruir o acesso ao Congresso.

Em 1972, durante a guerra do Vietname, Fonda visitou Hanói e deixou-se fotografar sentada numa peça de artilharia antiaérea vietnamita. Anos mais tarde considerou a acção um erro.

Nas declarações ao jornal disse que para o protesto se inspirou na jovem ambientalista Greta Thunberg, que no ano passado iniciou sozinha uma greve às aulas todas as sextas-feiras, em protesto pela inacção dos políticos face às alterações climáticas. Greta tem hoje milhões de seguidores em todo o mundo. “Greta disse que temos que actuar como se a casa estivesse a arder. Chamarei a estes protestos o simulacro de incêndio das sextas-feiras”, comentou Jane Fonda.

E acrescentou: “Vocês não vêem, mas eu tenho uma armadura que me protege. Tenho 82 anos. Não há nada que possam fazer-me. Não importa o que façam”.

A campanha “simulacro de incêndio das sextas-feiras” anunciou num comunicado que os protestos vão continuar pelo menos até meados de Janeiro e que a eles se juntarão “celebridades científicas, economistas e pessoas das comunidades afectadas”.

Jane Fonda é uma actriz, escritora e activista norte-americana, filha do actor Henry Fonda. No cinema recebeu dezenas de prémios, incluindo dois Óscares de melhor actriz.