Em semana do Dia da Árvore, o Pinhal de Leiria recebeu mais de 7500 árvores

Várias acções na floresta estão também a marcar a semana do Dia da Árvore por todo o país, que se cumpre esta quinta-feira.

Foto
Daniel Rocha (arquivo)

Para assinalar o Dia da Árvore, esta quinta-feira, a campanha “Uma Árvore Pela Floresta” deu ao Pinhal de Leiria mais 7650 árvores. A iniciativa começou no passado sábado, com a Quercus e os CTT a juntarem-se a alguns voluntários no Pinhal de Leiria numa acção de reflorestação. A campanha já vai na quinta edição e, ao todo, a parceria já permitiu plantar mais de 80 mil árvores em Portugal. As várias actividades de sensibilização sobre o tratamento da floresta vão continuar por todo o país ao longo da semana.

O Talhão 57, um dos locais mais afectados pelos incêndios de Outubro de 2017, foi a zona do Pinhal de Leiria que recebeu a plantação de pinheiros-bravos e outras espécies autóctones. Paula Nunes da Silva, vice-presidente da Direcção Nacional da Quercus, e Maria Rebelo, responsável pelas áreas da Sustentabilidade e Ambiente dos CTT, apontam para que se continue a sensibilizar a população e tome medidas a favor do ambiente e da sustentabilidade.

Também no distrito de Leiria, a Câmara Municipal de Leiria vai promover esta quinta-feira com o Agrupamento de Escolas Henrique Sommer, na Maceira, a plantação de árvores na Quinta do Alçada e uma acção para promover a criação de laços de amizade entre alunos e a floresta no projecto “Redes na [email protected]”.

Mais a norte, a Universidade de Coimbra – ponto turístico afectado pela tempestade Leslie – convida a população a visitar o Jardim Botânico na tarde de quinta-feira para uma visita guiada, desfiando os visitantes a tirar uma selfie com a sua árvore favorita e partilhar nas redes sociais. A actividade tem um número limitado e obrigatório de inscrições.

No âmbito do Dia da Árvore, o ministro da Administração Interna, estará de visita ao concelho de Gavião, uma região também afectada pelos incêndios no Verão de 2017. Eduardo Cabrita estará na antiga escola primária de Amieira Cova, seguindo depois em viaturas todo-o-terreno para diversos locais onde serão observadas as práticas de gestão florestal do município.

Também no distrito de Portalegre, em Ponte de Sor, a Guarda Nacional Republicana (GNR) organiza a acção “Caminhada Pela Floresta” convidando toda a população a fazer uma caminhada de 10 quilómetros. A partir do destacamento da cidade, a GNR passará pelas zonas florestais do concelho, com passagem pelos moinhos da Tramaga. Esta campanha também decorre na Madeira, onde os habitantes são convidados a andar pela Levada do Alecrim, no município da Calheta.

Em Braga, a VIPUR (empresa de tratamento de águas domésticas) juntou-se à Câmara Municipal para plantar árvores de espécie ripícola junto ao rio Este, perto do Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL). A autarquia dará apoio logístico e humano durante a realização da plantação.

No Algarve, as escolas do primeiro ao terceiro ciclo de Lagos continuam a plantar árvores em vários pontos do concelho ao longo da semana. Na segunda-feira a Avenida dos Descobrimentos recebeu árvores e é um dos 11 locais eleitos pelos serviços de ambiente da autarquia para receber mais plantações.

A Escola Básica Sophia de Mello Breyner, a Escola da Luz, o Mercado Municipal de Santo Amaro, a Escola das Naus, o Parque da Cidade, o Parque Desportivo de Espiche, o espaço envolvente ao Centro Infantil de Odiáxere, a Escola Tecnopolis, o Parque Urbano de Bensafrim e a zona urbana de Barão de São João são as próximas paragens deste roteiro que termina na sexta-feira.