Deputadas portuguesas dizem "não!" a Bolsonaro

Candidato brasileiro junta deputadas do Bloco, do PEV e do PS numa fotografia com hashtag #EleNão.

Deputadas aderem à campanha #elenão!
Foto
Deputadas aderem à campanha #elenão! Nuno Ferreira Santos

Dezoito parlamentares portuguesas aceitaram o repto lançado pelo Bloco de Esquerda e juntaram-se, nos Passos Perdidos do Palácio de São Bento, numa fotografia conjunta contra a candidatura de Jair Bolsonaro à Presidência do Brasil.

Joana Mortágua, Catarina Martins (do Bloco) e Edite Estrela (do PS) são três das parlamentares que ocupam a primeira fila da fotografia à qual ficou associada a hashtag "#EleNão". Num dos dois cartazes que Mortágua segura lê-se ainda: "Lute como Marielle". Nas outras filas estão as socialistas Sónia Fertuzinhos e Isabel Moreira, a ecologista Heloísa Apolónia e a bloquista Mariana Mortágua, entre outras.

A fotografia foi tirada esta quarta-feira à tarde, no final do debate quinzenal, a pretexto da visita da activista Mónica Tereza Benício, viúva de Marielle Franco, a vereadora brasileira assassinada em Março, no Rio de Janeiro, com quatro tiros na cabeça.

O Bloco lançou o desafio a todos os grupos parlamentares. Rita Rato, do PCP, não pôde estar presente no momento da fotografia, mas foi cumprimentar a activista às galerias do hemiciclo.