Unidade técnica que apoia os deputados tem tido mais trabalho este ano, com a maioria dos grupos parlamentares a fazer pedidos para a análise a temas quentes da discussão política.

  • Unidade técnica que apoia os deputados tem tido mais trabalho este ano, com a maioria dos grupos parlamentares a fazer pedidos para a análise a temas quentes da discussão política.

  • Democratas cristãos vão pedir esclarecimentos ao ministro das Finanças. PCP e Bloco condenam adesão da CGD a práticas da banca privada.

  • Comunistas recusam "concepção 'pimba' de modernidade" das Forças Armadas que passa apenas por comprar equipamento de última geração e defendem mais "direitos, regalias e apoios" para os militares.

  • Nas duas últimas semanas, fez-se um ponto de situação. Mas ainda não há Orçamento à vista. Nova secretária de Estado também adiou negociação com sindicatos. Só depois das férias todos voltam a conversar.

  • O PCP votou contra o Banco de Terras porque não aceita que o Estado aliene as suas responsabilidades de gestão florestal nem que entregue o seu património, a prazo, aos interesses privados.

  • O Governo assegurou hoje estar pronto para aplicar a decisão aprovada na quarta-feira no Parlamento de fazer com que as famílias que mudaram para o mercado livre de electricidade possam regressar ao regime regulado.

  • PCP levou a sua avante e impediu que os terrenos sem dono fossem usados no banco de terras, que chumbou. O BE forçou a inclusão dos emigrantes na solução para os lesados do BES. Nos metadados, o PS precisou do apoio da direita.

  • As famílias que mudaram para o mercado livre de electricidade vão poder agora regressar ao regime regulado, com a aprovação da proposta do PCP, que contou com os votos favoráveis do PS e do Bloco de Esquerda (BE).