Primárias do PS próximas dos 250 mil potenciais participantes

Durante esta segunda-feira chegaram, por correio, mais sete mil inscrições para as eleições primárias do PS.

Foto

Apesar do prazo estar encerrado desde sexta-feira, o presidente da Comissão Eleitoral das primárias socialistas, Jorge Coelho, confirmou esta segunda-feira a recepção de mais sete mil inscrições na sede do PS.

Foto

As novas entradas resultam da entrega de inscrições em papel enviadas por correio. O PS aceitará estas desde que as cartas venham com aviso de recepção com data do dia 12 de Setembro.

Jorge Coelho confirmou ao PÚBLICO que, com as últimas entradas, o universo de simpatizantes ultrapassou os 152 mil potenciais eleitores. Até ontem, tinham sido aceites no caderno eleitoral cerca de 146.274 simpatizantes. A que há a somar mais 7000 entradas por processar. Um número ainda não definitivo, uma vez que ainda poderão chegar mais inscrições pelo correio.

A este número juntam-se os 93 mil militantes, que a Comissão Eleitoral aceita como potenciais participantes. Para as primárias, qualquer militante pode votar, mesmo que não tenha as quotas em dia.

A confirmar-se estes números, seriam mais de 246 mil os potenciais eleitores a escolher, a 28 de Setembro, entre o secretário-geral do PS, António José Seguro, e o presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, qual o candidato socialista a primeiro-ministro nas próximas eleições legislativas.

Lisboa e Porto representam à volta de metade das inscrições no processo de angariação de simpatizantes para as eleições primárias socialistas para participar na escolha entre António José Seguro e António Costa.

Segundo o ex-ministro de António Guterres, estes dois distritos representam – cada um – 25% das inscrições já processadas e inseridas nos cadernos eleitorais. O que representa, aproximadamente, 36.500 inscrições tanto em Lisboa como no Porto, onde o PS concentra também a maior parte de militantes inscritos.

Os restantes distritos apresentam valores bem mais reduzidos. A surpresa, em termos comparativos surge em Setúbal. De acordo com Jorge Coelho, em termos de militantes, este distrito é o sexto a nível nacional. Mas na angariação ficou em terceiro, com cerca de 8700 inscrições, ficando ao nível de Braga que é referida como o terceiro distrito com mais militantes socialistas. Se a adesão se simpatizantes replicasse a ranking de distrito com mais militantes, Coimbra e Aveiro teriam de ter mais simpatizantes com Setúbal. No entanto, Coimbra angariou cerca de 7300 simpatizantes e Aveiro à volta de 5500.

O cruzamento do processo de angariação de simpatizantes com o das eleições federativas indicia, por seu turno, que o candidato António Costa parece partir com alguma vantagem para as primárias. Isto porque os distritos onde os seus apoiantes declarados venceram também são onde se registou um maior números de inscrições de simpatizantes. Registou-se uma forte adesão em Lisboa, Braga, Setúbal e Aveiro.

Neste ranking, há a assinalar a favor de António José Seguro, a forte adesão no Porto – apesar de aí não se ter apresentado um candidato à distrital próximo de Costa – em Coimbra e em Viseu.

Ao mesmo tempo, o fim-de-semana confirmou o que já se esperava em termos de formatos da inscrição. A adesão ao processo em papel aproximou-se significativamente das inscrições realizadas pela internet. De acordo com os dados já processados esta segunda-feira, às cerca de 76 mil inscrições online corresponderam 70 mil em papel. Na sexta-feira, estavam contabilizadas adesões 75 mil online e, em contrapartida, tinham chegado ao PS 55 mil inscrições em papel.

O presidente da comissão eleitoral admitiu ao PÚBLICO esperar a chegada de mais inscrições nos próximos dias. Mas já sem a amplitude desta segunda-feira. Apesar de terem sido já enviados os cadernos eleitorais para as estruturas do PS, Jorge Coelho reconheceu que estes eram “provisórios”. A lista “definitiva” só estará fechada no final desta semana, depois de inseridas as últimas inscrições chegadas ao Largo do Rato por correio, e após o processamento de possíveis reclamações.