Anunciantes podiam criar publicidade para pessoas que se diziam interessadas em temas como “ódio a judeus” ou “como queimar judeus”, revelou uma investigação jornalística.

  • Anunciantes podiam criar publicidade para pessoas que se diziam interessadas em temas como “ódio a judeus” ou “como queimar judeus”, revelou uma investigação jornalística.

  • A novidade chega a Portugal em Outubro. O objectivo é ajudar organizações sem fins lucrativos a angariar dinheiro directamente do Facebook através de páginas e botões específicos.

  • Os anúncios da rede social vão ter informação sobre linhas e grupos de apoio.

  • As conclusões da investigação interna foram partilhadas com as autoridades norte-americanas. Alguns dos anúncios tiveram origem na Rússia.

  • Os participantes tentam encontrar o amor enquanto ultrapassam desafios em cenários que vão do espaço a um ataque de zombies.