• O voto contra do PS na Assembleia, quando se propôs a obrigação de uma declaração de património na CGD, mostra um compromisso que tem perna curta.

  • Nos próximos anos, 400 trabalhadores deixarão a empresa através de rescisões por mútuo acordo e pré-reforma.

  • Grupo que controla a Fidelidade e Luz Saúde pagou 175 milhões por 16,7% do banco. Operação facilita devolução de ajuda do Estado.

  • Accionistas do BCP reúnem novamente a 19 de Dezembro para votar subida da blindagem estatutária de 20% para 30%

Viva experiências, seja exclusivo, desafie os limites da
melhor informação

Saiba mais